Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

DIA DA INDEPENDÊNCIA

Bolsonaro: 'Nunca uma oportunidade para o povo brasileiro será tão importante quanto o dia 7 '

Publicado em: 31/08/2021 12:51

 (Foto: Reprodução / Redes Sociais)
Foto: Reprodução / Redes Sociais
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (31/08) que o próximo dia 7 de setembro "nunca foi tão importante" para a população brasileira. A declaração ocorreu durante cerimônia de inauguração do Complexo de Captação e Tratamento de Água Deputado Luiz Humberto Carneiro em Uberlândia.

“Nós não podemos chegar lá na frente e olharmos para trás e falar “por que nós não fizemos ali atrás, por que nos omitimos naquele momento”. A vida se faz de desafios. Sem desafios a vida não tem graça. As oportunidades aparecem. Nunca uma outra oportunidade para o povo brasileiro foi tão importante ou será tão importante quanto esse nosso próximo 7 de setembro”, apontou.

Bolsonaro defendeu ainda que mudará o destino do Brasil, que "não empunhará uma espada para cima", "mas que temos outro 7 de setembro pela frente" referindo-se indiretamente a uma nova chance de independência.

"Muitos querem que eu tome certas medidas. Eu acredito, creio que nós vamos mudar o destino do Brasil e tenho certeza, dentro das 4 linhas da nossa Constituição. Não será levantando uma espada para cima e proclamando algumas palavras. No passado foi assim. Hoje, pela complexidade pelo que está em jogo na nossa nação será um pouco diferente. Mas temos um outro 7 de setembro pela frente. É muito mais fácil para mim estar do outro lado, muito mais fácil. Mas eu prefiro ter a consciência tranquila para com o criador e depois estar em paz com esse povo maravilhoso que é o povo brasileiro. O homem ou a mulher sem liberdade não é ninguém. A liberdade é origem para tudo, é a certeza que nós podemos crescer", bradou.

O chefe do Executivo ainda destacou as riquezas do país e disse que "tem muita gente de olho", mas que o Brasil não será um "fazendão", em referência a expressão de "celeiro do mundo" em termos de produção de alimentos.

"Tem local do Brasil que tem debaixo da terra uma tabela periódica completa. Por que esse país não vai para frente? Vai para frente. Os problemas maiores do país são mais internos do que externos. Tem muita gente de olho no Brasil e eles estão certos, nós que estamos errados. Isso daqui é um celeiro para o mundo jamais será um fazendão, seja qual país for", acrescentou.

Ele ainda atacou a imprensa relatando que quem lê está "desinformado". "Interesse para desgastar o governo é o que mais existe. Primeiro passo: não ler jornal e nem revista porque quem não lê não tem informação e quem lê está desinformado".

Bolsonaro repetiu que a cadeira presidencial tem "kriptonita". "Costumo dizer: não queiram a minha cadeira. Ela tem Kriptonita. E só vocês nos dão forças para continuar sempre se dirigindo ao norte. (Sic) Norte esse que vocês nos dão para nós políticos do Brasil. Vamos sempre acreditar, mais que ter esperança, vamos buscar fazer a coisa certa, não tem satisfação melhor para um político do que ser recebido dessa forma na minha segunda terra natal, Minas Gerais".

Por fim, voltou a colocar a culpa do aumento da gasolina nos governadores e, citando a facada recebida em 2018 em Minas Gerais atacou o PT. "Tenho recordações de Juiz de fora, foi um marco na minha vida e na vida do povo brasileiro. Imagina se eu tivesse partido, quem estaria no meu lugar. Os mesmos que assaltaram o nosso país por 14 anos. Roubaram tudo", concluiu.

Mais cedo, ao desembarcar em Uberlândia, o mandatário andou de cavalo empunhando um mastro com a bandeira do Brasil. Em meio à cavalgada, encontrou com apoiadores que o presentearam com um troféu. No entanto, os mesmos não explicaram o motivo da premiação. Minutos antes, na chegada à cidade, ao som de "mito, sem máscara, ele cumprimentou bolsonaristas com apertos de mãos, tirou selfies e pegou crianças no colo.

Antes de deixar Brasília, exibiu a apoiadores, uma medalha com uma expressão que costuma utilizar e chamar de "3 Is". O objeto possui uma foto do mandatário com os dizeres: "Clube Bolsonaro - Imorrível, imbrochável e incomível". 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco