Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

GOVERNO

Bolsonaro diz que EUA estão preocupados com 'crescimento da esquerda'

Publicado em: 30/08/2021 16:22 | Atualizado em: 30/08/2021 16:23

 (crédito: Alan Santos/PR)
crédito: Alan Santos/PR
O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta segunda-feira (30), que o governo dos Estados Unidos está preocupado com o crescimento da esquerda no Brasil e no mundo. A declaração foi durante entrevista à Rede Fonte de Comunicação, de Goiás.

Bolsonaro falou sobre o assunto depois de perguntado sobre como estão as relações entre os dois países. Apesar de ter dito que a nação norte-americana está preocupada com o avanço do socialismo e do socialismo, o presidente declarou, na mesma resposta, que a administração do presidente Joe Biden é de esquerda.

"Eu sou admirador do povo americano, torci por um presidente lá (Donald Trump, derrotado nas eleições de 2020) como cidadão, logicamente eu não posso me intrometer em eleições de outro país. Temos recebido autoridades do governo americano aqui no Brasil, e eles têm demonstrado uma preocupação com o crescimento da esquerda no Brasil e no mundo", disse Bolsonaro.

Ele afirmou também que o Brasil está pronto para continuar o diálogo com os Estados Unidos, mas que considera a administração Biden obcecada pela questão ambiental. "Da minha parte, o Brasil está de portas abertas, pronto para continuar a conversa com o governo americano. Obviamente que o governo Biden é um governo mais de esquerda, é um governo que tem quase uma obsessão com a questão ambiental. Então isso atrapalha um pouquinho a gente, porque o Brasil é o país que mais preserva o seu meio ambiente", disse o presidente.

Bolsonaro acrescentou que a política externa brasileira está indo muito bem desde quando Ernesto Araújo era ministro das Relações Exteriores.

Nos últimos meses, o presidente tem reforçado o discurso contra a esquerda, ao mesmo tempo em que pesquisas de intenção de voto apontam para o favoritismo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para as eleições de 2022.

Visitas

Em 5 de agosto, o conselheiro de Segurança Nacional (CSN) dos EUA, Jake Sullivan, visitou o Brasil, sendo recebido por Bolsonaro no Palácio do Planalto. Um mês antes, em 1º de julho, o presidente brasileiro recebeu a visita do diretor da Agência Central de Inteligência (CIA) americana, William J. Burns. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Tudo pronto para o lançamento da primeira viagem espacial para turistas
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Sérvio Fidney e Ana Holanda
Grupo Diario de Pernambuco