Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Ricardo Barros defende voto impresso e é interrompido: vai tirar da vacina?

Publicado em: 16/07/2021 17:23

 (foto: Reprodução de vídeo)
foto: Reprodução de vídeo
Durante reunião da Comissão Especial da Câmara dos Deputados que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sobre comprovante impresso do voto nas eleições, alguns deputados aproveitaram a sessão para criticar o líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR).

O deputado é alvo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID por supostamente ser responsável pela negociação de superfaturamento de vacinas dentro do Ministério da Saúde.

Barros apareceu na sessão para orientar voto “sim”, a favor do voto impresso. “De onde vai tirar R$ 2 bilhões, Ricardo”?, perguntou um deputado. “Deixa de ser irresponsável. Vai tirar da vacina?”, continuou. “Tira do fundão”, disseram outros.

Trabalhos encerrados 

O presidente da comissão, Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), encerrou a sessão deixando alguns deputados falando sozinhos. 

A comissão tinha votado, minutos antes, para rejeitar, por 22 a 12, a retirada da pauta. Ou seja, os deputados iriam votar, nesta sexta-feira (16/7), o relatorio de Filipe Barros (PSL-PR).
 
Depois de uma longa fala do relator, Martins concluiu que ele “manifestou o desejo de fazer modificações no texto” e finalizou a sessão sem qualquer decisão sobre o voto impresso na próxima eleição.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Chico Kiko, Diego Pascaretta e Rômulo Saraiva
Domitila, artivista e recifense que está entre as selecionadas do Miss Alemanha 2021
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco