Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Motociata pró-Bolsonaro é cancelada no Recife; ato contra o governo federal acontece no sábado

Publicado em: 17/06/2021 21:42 | Atualizado em: 17/06/2021 22:02

 (Foto 1: Arnaldo /sete/Esp. DP Foto/ Foto 2: Alan Santos/PR)
Foto 1: Arnaldo /sete/Esp. DP Foto/ Foto 2: Alan Santos/PR
O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), através das recomendações 02/2021 e 03/2021 publicadas hoje no Diário Oficial do órgão, solicitou aos organizadores das manifestações pró e contra Bolsonaro, previstas para este fim de semana, que as atividades fossem suspensas. Acatando a decisão, a “I Motociata Acelera, Patriota!”, organizada pelo movimento Aliança por Pernambuco, em apoio ao governo federal, foi cancelada. Já o "Ato Fora Bolsonaro", está mantido e acontecerá neste sábado, no centro do Recife.

Em reunião realizada na tarde de hoje com o corpo jurídico do movimento Aliança por Pernambuco ficou decidido a não realização da “I Motociata Acelera, Patriota!”, prevista para acontecer no próximo domingo (20) em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. De acordo com o advogado Marconi Ferraz, integrante da coordenação do movimento, o corpo jurídico resolveu acatar o posicionamento do MPPE, que, de acordo com o jurista, é uma ação ilegal. 

"(A recomendação) fere o artigo 5ª da Consituição Federal, que dá o direito de locomoção", explicou. "Só seria legal se o país estivesse em estado de sítio ou de defesa e para isso era preciso um decreto presidencial, que precisaria ser aprovado pelo Congresso Nacional, que não é o caso", contestou. 

Uma das advogadas que participou da reunião decisória nesta quinta-feira, Géssica Araújo - parte do corpo jurídico do movimento Aliança por Pernambuco - disse que chegou a ser cogitado recorrer à justiça e entrar com um mandado de segurança, o que terminou não ocorrendo. "Gostaríamos de nos manifestar e não acreditamos que uma motociata atendendo às determinações do poder estatal, como o distanciamento social, pudesse contaminar (pessoas com a Covid-19). Em nenhuma das motociatas que ocorreram a nível Brasil foram registrados surtos do vírus", indagou. No entanto, frisou que foi decidido "respeitar as instituições, por sermos um movimento que leva debaixo do braço a Constituição Federal. Optamos por não interpor nenhum mandado de segurança e seguir a recomendação do Ministério Público". 

"Fora Bolsonaro"

Em consonância com manifestações que acontecerão em várias cidades do país no próximo sábado, o "Ato Fora Bolsonaro" na capital pernambucana irá acontecer, apesar da recomendação do MPPE, que em trecho do documento solicita aos organizadores que "abstenham-se de realizar quaisquer atos que ocasionem aglomerações de pessoas". Nas redes sociais, as organizações solicitam aos manifestantes que sigam as regras sanitárias de combate à Covid-19 durante o ato, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social. 

No Instagram, a Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE)- uma das organizadoras do ato - mobiliza os manifestantes e destaca que "nós vamos para as ruas porque o governo de Bolsonaro ameaça mais as nossas vidas (do que) que o vírus". Reforçando os principais motivos da realização do ato, completa: "Faremos mais um ato por Fora Bolsonaro, pelo auxílio emergencial de R,00 e por vacina no braço e comida no prato". 

Posicioamento também adotado por Rud Rafael, integrante do Movimento de Trabalhadores Sem Teto (MTST) e um dos organizadores da manifestação no Recife. "Não tem como reverter esse cenário, a não ser com pressão e mobilização das pessaos, que , infelizmente - com um governo que é pior que o vírus - tem que ser na rua", asseverou Rud. 

Na primeira manifestação realizada de forma pacífica no dia 29 de maio, manifestantes foram surpreendidos, na altura da Avenida Guararapes, por ações truculentas da Polícia Militar de Pernambuco, vitimando gravemente dois rapazes que perderam parte da visão depois de levarem tiro de borracha no rosto, além da vereadora Liana Cirne (PT) que levou jato de spray de pimenta nos olhos ao tentar dialogar com a PM. Buscando evitar episódios semelhantes no próximo sábado, o MPPE emitiu recomendação para que a ação da Polícia Militar "ocorra dentro da observância estrita do eventual uso da força", matéria que foi acatada pela Secretaria de Defesa Social (SDS). 

O ato Fora Bolsonaro está previsto para acontecer no próximo sábado, às 9h, na Praça do Derby, centro do Recife, com destino à Avenida Guararapes. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Apesar dos protestos, começa a Olimpíada de Tóquio
Manhã na Clube: entrevista com o Presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PP)
Em busca por vestígios de vida em Marte
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Mariz (Associação Brasileira de Energia Nuclear)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco