Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CPI

Elcio justifica recusa de oferta da Pfizer: 'Caixa de e-mail inoperante'

Publicado em: 09/06/2021 16:41

 (foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
)
foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
O ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde Antônio Elcio Franco justificou, nesta quarta-feira (9), à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, instalada pelo Senado, o fato de o Ministério da Saúde não ter respondido a uma das ofertas de vacinas que a Pfizer fez em 2020.
 
"Minha caixa de e-mails ficou inoperante”, respondeu Franco aos senadores.
 
Aos questionamentos do relator, Renan Calheiros (MDB-AL), sobre a demora do governo em propor alterações legais para o contrato com a vacina da Pfizer, Franco afirmou que o laboratório "foi irredutível em alterar qualquer uma das cláusulas".
 
"Inclusive, nas negociações do contrato, mesmo depois da Lei 14.125, qualquer discussão do contrato eles levavam para o jurídico da Pfizer em Nova York", afirmou.

Mais cedo, Elcio falou sobre o tratamento precoce. Segundo ele, quando foi internado por Covid-19 ele foi medicado com cloroquina. “O médico recomendou e tomei cloroquina e ivermectina. Fui internado e tive até 50% de comprometimento dos pulmões. Mas acho que poderia ter sido pior”, contou.
TAGS: pfizer | oferta | elcio |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Time de engenheiros se une para montar respiradores 15 vezes mais baratos e salvar milhares de vidas
Manhã na Clube: entrevistas com Marília Arraes, Marcella Salazar e Aurimar Borges Jr
Presidente da Argentina faz ataques xenofóbicos ao Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com Tadeu Alencar e Túlio Rangel
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco