Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

JUDICIÁRIO

Corregedor do TSE dá 15 dias para Bolsonaro provar fraude nas eleições

Publicado em: 21/06/2021 19:44

 (Foto: Marcos Corrêa/Agência Brasil)
Foto: Marcos Corrêa/Agência Brasil
O ministro Luís Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu prazo de 15 dias para que o presidente Jair Bolsonaro apresente provas de que ocorreram fraudes nas eleições de 2018, como o chefe do Executivo tem alegado. A determinação também se estende a outros políticos que tenham feito acusações do mesmo teor.

Salomão também determinou que seja aberto procedimento administrativo para avaliar os riscos de fraudes no pleito de 2022, e se realmente ocorreu alguma irregularidade na votação em que Bolsonaro foi eleito. As alegações de fraude embasam pedidos do presidente para a implantação do voto impresso, em que ao votar na urna, o equipamento emitira uma cédula com o voto, que seria armazenado em um compartimento, que poderia ser aberto para auditor os resultados.

Bolsonaro chegou a dizer que sem voto impresso, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderia "voltar" ao poder, por meio irregulares. "Só na fraude o 9 dedos volta (em referência a Lula). Agora se o Congresso aprovar o voto impresso, não será uma canetada de um cidadão como esse daqui (apontando para o celular) que não vai ter voto impresso, pode esquecer", disse.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Tudo pronto para o lançamento da primeira viagem espacial para turistas
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Sérvio Fidney e Ana Holanda
Grupo Diario de Pernambuco