Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ESCOLHIDOS

Paulista terá 2º turno entre Yves Ribeiro e Francisco Padilha

Publicado em: 16/11/2020 02:22

 (Foto: Divulgação)
Foto: Divulgação
Apenas dois municípios pernambucanos terão o 2º turno das eleições. Um é o Recife e outro Paulista, também na Região Metropolitana. A disputa eleitoral terá um político já conhecido na cidade, o ex-prefeito Yves Ribeiro (MDB). O candidato chega à nova etapa do pleito com a maior votação entre os dez concorrentes ao comando da prefeitura. O emedebista, com histórico de vitórias em Paulista, Itapissuma e Igarassu, recebeu 51.351 dos votos de ontem. Ele vai disputar o com Francisco Padilha (PSB), que teve 38.372 votos.

A votação de Yves, segundo a Justiça Eleitoral, foi de 34,98% do total apurado, enquanto o socialista alcançou 26,14%. A corrida em Paulista terá legendas aliadas quando se trata do estado. Yves integra a base do MDB do deputado federal Raul Henry e do senador Jarbas Vasconcelos. Por outro lado, Francisco Padilha, conta com o apoio do prefeito afastado da cidade, Júnior Matuto, e do partido do governador Paulo Câmara. Matuto e Câmara são também do PSB.


Além dos escolhidos para o 2º turno, a disputa em Paulista contou com outros nomes conhecidos da política local e estadual. O terceiro lugar das eleições de ontem, Ramos (PDT), ocupou um vaga na Assembleia Legislativa por quatro vezes deputado estadual. O pedetista atingiu 20,34% (29.851 votos). Bem mais atrás apareceram Sérgio Leite (PP), ex-deputado estadual, que registrou apenas 1,82% dos votos; Antônio Nena Cabral, 0,87%; e Geraldo Pinho Alves, 0,69%.

Menos conhecidos no cenário estadual, Promotora Maria Aparecida (PSD) somou 1,84% dos votos, enquanto Alemão (Republicanos), 5,91%; Fábio Barros (PDT), a 3,77%; e Delegado Gilderley, que obteve 3,6% dos 176.363 votos computados no pleito de ontem em Paulista. Do total, 157.905 eleitores digitaram o número de um candidato, contra 6,24% que optaram por votar nulo e 4.23% por deixar em branco.

Quem vencer o 2° turno, seja Yves Ribeiro ou Francisco Padilha, vai ter que lidar com um Legislativo municipal formado por muitos partidos. As 14 vagas foram distribuídas entre nove legendas. O MDB de Yves conquistou apenas uma vaga, enquanto o PSB conseguiu quatro. O Patriota e o PL ficaram com duas vagas, cada um. Os demais – PCdoB, Cidadania, PMN, PT e PDT – terão direito a uma cadeira na Câmara no próximo ano.

Por colocação, os candidatos do PSB foram os quatro mais votados para o Legislativo. Os socialistas Irmã Iolanda, 3.826 votos; Edinho, 2.901. Eudes Farias, 2.803; e Fabiano Paz alcançou 2.724. A quinta colocada é do PCdoB, Cassiane.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
De 1 a 5: Novembro Azul chega ao fim, mas prevenção do câncer de próstata precisa ser permanente
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão #276 Propagação vegetativa em plantas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 30/11
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco