Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

ELEIÇÕES

'Governaremos para todos os recifenses', diz João Campos em primeiro pronunciamento

Publicado em: 29/11/2020 20:23 | Atualizado em: 29/11/2020 22:57

João Campos durante primeiro pronunciamento, no Pina (Foto: Leandro de Santana/DP
)
João Campos durante primeiro pronunciamento, no Pina (Foto: Leandro de Santana/DP )

Após vencer uma das disputas eleitorais mais acirradas dos últimos tempos no Recife, tendo 56,27% dos votos, João Campos (PSB) fez seu primeiro pronunciamento como prefeito eleito da capital pernambucana no Salão Limoeiro do Recife Praia Hotel, no Pina, Zona Sul da cidade. Após acompanhar a apuração com familiares e assessores em um mezanino do hotel, o candidato da Frente Popular do Recife agradeceu pelos 447 mil votos, pelo apoio das lideranças partidárias e afirmou: "Fomos eleitos para governar para todos os recifenses. Independente de qual candidato votou, qual é o seu credo, raça e onde mora, nós governaremos para todos os recifenses da nossa cidade".

"Não tem como celebrar essa vitória sem lembrar daquele que é a referência da minha vida na política, como pessoa e como cidadão, que é o meu pai, Eduardo Campos", disse João, dando continuidade aos agradecimentos. "Ele dizia assim: 'Sempre que puder ajudar alguém, ajude e não queria nada em troca. Sempre que fizer algo na vida, faça bem feito'. Nós vamos fazer o que Eduardo Campos nos ensinou."

João Campos apareceu no Salão Limoeiro acompanhado pela vice Isabella de Roldão (PDT), a companheira Tábata Amaral e o atual prefeito do Recife, Geraldo Julio. O governador Paulo Câmara; o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), Eriberto Leão; os deputados federais Silvio Costa Filho e Felipe Carreras, além de Renata Campos, mãe do prefeito eleito, também estavam presentes no evento. Quando passou das 18h30, com aproximadamente 90% das urnas apuradas, fogos de artifício tomaram conta da área próxima ao hotel, realizando mais de 15 minutos de explosões. A comemoração também se deu entre militantes do partido, que também foram até o prédio para assistir o discurso oficial do vencedor.

"Eu acreditava que o político tinha de saber ouvir, tinha de saber dialogar, unir, falar de futuro e construir o futuro”, continuou o eleito. “Agora chegou a hora: Nós vamos mostrar que faz política se unindo, se olhando e construindo o futuro. Se faz política enfrentando cada desafio da cidade. A razão verdadeira pela qual disputei essa eleição é saber que podemos fazer muito pela cidade do Recife. Que viveremos um tempo desafiador, com uma crise sanitária que ainda não acessou, uma crise econômica e social. Mas nós vamos vencer no dia a dia porque vamos governar juntos do povo."

Apesar das diversas ações judiciais que marcaram as campanhas que chegaram até o segundo turno, Campos disse que "nós mostramos como fazer uma campanha sempre de cabeça erguida, respeitando as pessoas e falando daquilo que pode despertar a esperança no coração de cada um". Ele finalizou afirmando que conhece o tamanho da responsabilidade do cargo e que vai dedicar todo o seu trabalho ao Recife.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, concedeu uma breve entrevista no salão. "João Campos fez uma campanha bonita, propositiva e olhando para o futuro. Eu tive e honra de governar o estado em parceria com Geraldo Julio na capital, agora será uma honra com João”. Questionado se a vitória de Campos fortalece o PSB para as eleições de 2002, o socialista evitou projeções e afirmou que "Temos que trabalhar muito e podemos conversar sobre 2022 mais para frente". Ele concordou que o PSB sai das eleições municipais mais fortalecido nacionalmente. “É um partido que quer ver um país melhor, diferente do que temos hoje", disse.

Sobre como ficará a relação do PSB com o PT em Pernambuco, Paulo Câmara admitiu que o tema será discutido. "Estamos sempre discutindo, muitas pessoas do PT conversaram conosco. É um processo a ser avaliado, pois evidentemente tivemos uma disputa eleitoral muito dura e isso cabe reflexões que iremos fazer no âmbito interno, com a Frente Popular, da forma que a gente sempre fez", afirmou.

Festa

Depois de acompanhar a apuração e fazer pronunciamento no hotel do Pina, João Campos, outras lideranças políticas e militantes seguiram em carreata para o comitê na Rua Amaro Falayette, no Parnamirim, Zona Norte do Recife, passando pelas avenidas Boa Viagem, Antônio de Góes, Agamenon Magalhães e Rosa e Silva.

"Miguel Arraes está presente nessa vitória de João. Nessa vitória de hoje, quem está aqui com a gente é Eduardo Campos”, disse Geraldo Julio, durante discurso para a militância no comitê. "Ele fez uma campanha olhando para o futuro, trazendo os ensinamentos de Miguel Arraes e o aprendizado com Eduardo Campos. Em algum momento alguém achava que a mensagem de João não pudesse ser entendida, mas a Frente Popular tem um lado, que é o lado do povo". O atual prefeito da capital chegou a afirmar que “nunca viu, em nenhuma eleição, um candidato tão bom quando João Campos."

Em seguida, foi a vez da vice-prefeita eleita, Isabella de Roldão, discursar no comitê. "Quem foi que disse que na prefeitura não ia ter mulher? Aqui tem mulher sim. Votamos juntas e juntos na construção de uma cidade mais respeitosa, onde o nosso sexo não nos define. Sou mulher, sou mãe, voto em João", afirmou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Secretários estaduais de Saúde pedem mais rigor nas medidas de restrição contra Covid-19
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 02/03
Com 93% de taxa de ocupação de UTIs, Pernambuco decreta mais restrições
De 1 a 5: saiba qual é seu perfil profissional e como tirar o máximo proveito dele
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco