Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Campanha

"O que me traz aqui é o compromisso com o que falta ser feito", afirma João Campos (PSB)

Publicado em: 05/10/2020 19:21 | Atualizado em: 05/10/2020 21:28

 (Foto: Diego Nigro / Frente Popular / Divulgação)
Foto: Diego Nigro / Frente Popular / Divulgação

Com uma recepção calorosa, que respeitou todos os protocolos de higiene e segurança, o candidato a prefeito do Recife, João Campos (PSB), foi recebido, nesta segunda-feira (5), no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. 

 

Em entrevista ao Diario, João destacou que suas visitas às comunidades - presentes na maior parte de sua agenda até então - tem o objetivo de trazer um olhar mais propositivo sobre o que ainda há de ser feito. "A gente poderia celebrar as conquistas que chegaram no Recife recentemente, mas o que me traz aqui não são as celebrações das conquistas, mas o compromisso com o que falta ser feito. Por isso, pecisamos andar os quatro cantos da Cidade", afirma João Campos (PSB).

 

Para a tapioqueira e residente local, Alice Lima, 32, a presença do candidato nas comunidades só reforçam o compromisso que assumiu desde o começo de sua campanha. "Acho muito importante ele se manter fiel ao que vem falando desde o começo. Ele é a mudança que a gente precisa. Espero que ele mude o nosso Recife", anseia a tapioqueira. 

 

Quem anda e conhece bem o Recife sabe que um dos principais problemas da capital pernambucana é a desigualdade social. Questionado sobre isto, o prefeituravél frisa que "o maior desafio do Recife é a desigualdade social e a gente tem que atacar isso com múltiplas tarefas, mas a minha prioridade na vida pública sempre será a educação".

 

Para o socialista, a parceria público-privada será uma forma de trazer uma melhoria significativa, de impacto e união para o Recife. "Melhorar o ambiente de negócios da Cidade, trazer mais investimentos, promover o crescimento econômico da cidade e, com isso, viabilizar automaticamente, a inclusão e o investimento em infraestrutura urbana, crescimento das creches", assinala.

 

Que os transportes públicos vivem lotados, não importa a época, isso todo brasileiro sabe e boa parte já não aguenta mais. Na Metrópole pernambucana, não é diferente. Caso eleito, o candidato da Frente Popular, promete diminuir e até mesmo buscar saídas para sanar esses problemas. "A gente vai criar uma área específica na Prefeitura voltada para mobilidade urbana. Na condição de prefeito, se me for permitido, vamos fazer um debate efetivo de mobilidade e ocupar o espaço que a Prefeitura tem dentro do Consórcio com muita energia para cobrar que a principal cidade da Região Metropolitana possa ter uma otimização de rota e tenha um tratamento mais adequado por parte do sistema metropolitano de transporte", pontua Campos.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Rhaldney Santos entrevista Dr. João Gabriel Ribeiro, neurocirurgião
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco