Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Eleições

Frente Popular pede a censura de Guia de Rádio de Mendonça Filho (DEM), e tem pedido negado pela Justiça Eleitoral

Publicado em: 12/10/2020 08:59 | Atualizado em: 12/10/2020 10:07

No último domingo (11), a juíza eleitoral, Virgínia Gondim Dantas, rejeitou uma representação ajuizada pela Frente Popular do Recife, que solicitava a retirada do ar do programa de rádio da coligação “Recife Acima de Tudo” - formada pelos partidos DEM, PTB, PL E PSDB. A coligação tem Mendonça Filho (DEM) e Priscilka Krause como líderes. No programa, as ações de Mendonça no MEC são citadas, junto a declaração feita pelo prefeito Geraldo Júlio, durante audiência no MEC, em Brasília, elogiando Mendonça por ter liberado R$ 10,8 milhões para a construção de seis creches na capital do Nordeste.

A assessoria jurídica da coligação "Recife Acima de Tudo", afirma que a Justiça Eleitoral entendeu como uma representação improcedente "tendo em vista que o atual prefeito é um homem público e não houve nenhum tipo de distorção da realidade, ou seja, não ocorreu qualquer tipo de adulteração nas palavras do prefeito. Assim, trata-se de um pedido sem nenhuma consistência jurídica”.

O pedido da retirada do guia de rádio foi causada por "induzir falsos estados mentais aos eleitores", já que continha a declaração do prefeito, que reconhecia as ações do candidato a prefeito do Recife, Mendonça Filho. O evento que anunciou a liberação dos recursos financeiros para a construção das creches ocorreu no dia 5 de abril de 2018, no gabinete ministerial, em Brasília, e foi publicada pelo portal do MEC e exibida na TV MEC.

Nesta cerimônia, Geraldo Júlio comemorou a liberação da verba e afirmou que as creches seriam construídas nos bairros de Casa Amarela (Estrada do Arraial), Beberibe, Campo Grande, Jordão, Passarinho e Ibura de Baixo, entre outros locais mais humildes do Recife que apresentam déficits de vagas para a educação infantil. "Agradecemos ao ministro pela atenção com a nossa cidade. São centenas de crianças que agora vão ter direito a uma educação de qualidade desde muito cedo”, afirmou Geraldo na audiência. Segundo a juíza eleitoral, não houve nenhum momento que peça publicitária do guia da rádio tentou induzir falsos estados mentais aos eleitores. 
TAGS: mendonça | dem | rádio | pedido | censura |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Rhaldney Santos entrevista Dr. João Gabriel Ribeiro, neurocirurgião
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco