Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

#DiarioEntrevista

Problemas de Olinda são resultado de desenvolvimento errôneo, diz Marcos Freire Jr.

Publicado em: 03/09/2020 20:43 | Atualizado em: 03/09/2020 21:02

Para Marcos Freire Jr. desigualdade é o fator determinante para problemas urbanos (Foto: Reprodução de vídeo)
Para Marcos Freire Jr. desigualdade é o fator determinante para problemas urbanos (Foto: Reprodução de vídeo)
Nesta quinta-feira (3), o pré-candidato a prefeito de Olinda Marcos Freire Jr. (Rede) foi entrevistado na Rádio Clube 720 AM. “Moro em Olinda desde 1966. Tenho um afeto muito grande por essa cidade. Considero que minha atuação como servidor público é uma atuação política como médico do estado”, afirmou. Freire Jr, que é filho do ex-ministro Marcos Freire, disse que pretende trazer uma abordagem social para a administração da prefeitura de Olinda, agregando os conhecimentos que adquiriu na área médica para a gestão pública.
 
Sobre o combate à Covid-19 em Olinda, o pré-candidato afirmou que é preciso sanar o problema social para poder “combater a causa” e não a consequência daa doença. “Vamos procurar dinamizar a participação das pessoas. Mas também das organizações comunitárias e civis, como as universidades, como a Fiocruz, que tem uma proposta belíssima para a Covid-19”, disse ainda. “Nosso grupo precisa achar soluções locais e o primeiro local é a própria pessoa participando, mas também as organizações que estão com interesse no território e nas melhores condições do dia-a-dia do nosso povo”, continuou Marcos Freire Jr.  Para ele, a pandemia é consequência do aquecimento global.

Marcos Freire Jr. refletiu sobre problemas históricos da cidade. “Olinda tem problemas que são advindos de um desenvolvimento errôneo do mundo como um todo e que exclui grande parte da população das condições ideais de vida, de habitação, de transporte, e Olinda é uma grande vítima disso”, disse. “Existem 130 mil pessoas no Cadastro Único e 32 mil pessoas no Bolsa Família. Então metade da população de Olinda não tem condições de gerar uma renda para ela mesma”, avaliou.

Como médico, Marcos Freire Jr. explicou que tem uma abordagem de territorialização do campo da saúde em outras áreas. “Nosso plano de governo se intitula Saúde em Todas as Políticas. A saúde não depende só do sistema da Secretaria de Saúde, mas ela se estende por todas as políticas. Sob esse foco, é um desenvolvimento teórico e prático muito bem estabelecido”, explicou. “A promoção da saúde é um conceito que amplia a visão, que coloca a saúde como uma prerrogativa de todas as secretarias”, disse. Para o médico, em sua proposta, “a população é o estado”.

Veja a entrevista completa
 
 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Pantanal: o pior incêndio da história
Resumo da semana: escolas seguem fechadas, incêndio no Pantanal e mais leitos de UTI pediátrica
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #Aulão: tudo sobre botânica
Rhaldney Santos entrevista a oftalmologista Larissa Ventura
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco