Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

CONTRADIÇÃO

'O Estado é laico, mas nosso governo é cristão', diz Bolsonaro no Twitter

Publicado em: 16/09/2020 19:37 | Atualizado em: 16/09/2020 19:59

 (Foto: Evaristo Sá/AFP)
Foto: Evaristo Sá/AFP
O presidente Jair Bolsonaro cometeu uma contradição ao publicar, no Twitter, um vídeo em que ele aparece orando com parlamentares e ministros em um gabinete. 

"- O Estado é laico.
- Respeitamos a todos.
- Mas o nosso Governo é CRISTÃO", escreveu o presidente da República na legenda que acompanha o vídeo na rede social.

Nas imagens, aparecem os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), o secretário Fabio Wajngarten (Secom), o deputado federal Marco Feliciano (Republicanos-SP), o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), entre outras figuras. O vídeo ainda insere frases de efeito como "esse é um governo que ora pela sua nação" e reafirma o slogan de campanha de Bolsonaro, "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". 

A Constituição brasileira prega que o Estado deve ser laico, ou seja, nenhum governo pode adotar religião oficial, nem assumir valores ou se manifestar em pautas religiosas, garantindo a liberdade e a proteção de culto e suas liturgias.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Grupo Diario de Pernambuco