Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Redes sociais

Juiz determina retirada de fake news contra Mendonça Filho

Publicado em: 30/09/2020 18:22

 (O juiz determinou a retirada da postagem publicada sobre Mendonça por Marco Aurélio, candidato do PRTB. Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação)
O juiz determinou a retirada da postagem publicada sobre Mendonça por Marco Aurélio, candidato do PRTB. Foto: Câmara dos Deputados/Divulgação
O juiz Nildo Nery, da 6ª Zona Eleitoral, determinou a retirada, em 24 horas, de uma postagem publicada no perfil oficial no Instagram do candidato a prefeito do Recife pelo PRTB, Marco Aurélio, sobre o candidato do DEM, Mendonça Filho. O material foi considerado feke news contra o democrata. Segundo o juiz, o ex-ministro da Educação estava sendo alvo de propaganda eleitoral negativa e fake news e decidiu pela exclusão de postagem feita por Marco Aurélio. 
 
“Para comprovação da veiculação de notícia falsa, vulgarmente conhecida como fake news, destaca que, em 2017, o candidato Mendonça Filho, à época Ministro da Educação, retirou a ‘ideologia de gênero’ da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o que pode ser comprovado por meio da reprodução documental de reportagens da época, além de ser fato notório”, afirma o juiz na decisão.
 
Segundo a decisão, o candidato que propagou a fake news terá 24h para excluir o conteúdo falso das redes. “Concedo a liminar para determinar que a Facebook Global Holdings, responsável pelo Instagram, e Marco Aurélio de Medeiros Lima, retirem em 24h as postagens sob pena de multa diária”, determinou Nildo Nery.
 
De acordo com a assessoria do candidato, Mendonça Filho vem sendo vítima dos adversários com fake news, memes, vídeos e postagens nas redes sociais. “Não vamos nos intimidar e nem temos medo de cara feia. Fake news é crime e vamos adotar sempre as medidas jurídicas cabíveis”, afirmou o democrata, ressaltando que o Recife sabe quem ele é. 
 
Mendonça reafirmou que tirou a ideologia de gênero da BNCC publicamente. “É só pesquisar meu histórico e a aprovação da Base Nacional Comum Curricular. Se a ideologia de gênero não está ali é porque eu combati esse tema após muitas discussões com setores educacionais de todo o país”, assegurou. 
 
Quando ministro da Educação, destaca a assessoria do democrata, Mendonça retirou a ideologia de gênero da BNCC, removendo do texto termos como “identidade de gênero” e “orientação sexual”. Mesmo sofrendo pressões, Mendonça não cedeu e bancou as mudanças mostrando uma BNCC plural e que respeita às pessoas sem a introdução da ideologia de gênero.  

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Candidatos têm características das mais distintas, mas estão longe de representar os grupos sociais
Resumo da semana: 5 anos do surto de microcefalia, Covid suspende aulas e nova pesquisa no Recife
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #289 - Colênquima e esclerênquima
Rhaldney Santos entrevista Dra. Larissa Ventura, oftalmopediatra
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco