Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Campanha 2020

Candidatura do PDT no Recife ainda em xeque

Publicado em: 02/09/2020 08:00

 (O apoio do PDT deverá reforçar a pré-candidatura de João Campos (PSB). Foto: Agência Câmara)
O apoio do PDT deverá reforçar a pré-candidatura de João Campos (PSB). Foto: Agência Câmara
Ao contrário do anunciado, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, não oficializou no Recife o nome do candidato do partido a prefeito da cidade. Tudo estava programado para acontecer durante a convenção da sigla, marcada para última segunda-feira (31), mas que acabou sendo cancelada. Na realidade, segundo informações de bastidores, o que Lupi deixou praticamente certo foi a permanência do PDT na Frente Popular de Pernambuco, coligação de partidos liderada no estado pelo PSB.
 
Na última segunda-feira, depois de se reunir com a executiva municipal, comandada pelo pré-candidato a prefeito do Recife pelo PDT, deputado federal Túlio Gadêlha, e pré-candidatos a vereador pela sigla, Lupi esteve no Palácio do Campo das Princesas. Foi à sede do governo estadual para uma reunião com o governador Paulo Câmara (PSB), o prefeito do Recife (PSB), Geraldo Julio e o presidente estadual do PDT, Wolney Queiroz, defensor da aliança com os socialistas. Segundo fontes ouvidas pelo Diario, o martelo não foi batido, mas as chances da parceria ser mantida é de 99%.
 
Com isso, a candidatura própria do PDT estaria descartada e o apoio da legenda irá fortalecer a pré-candidatura do deputado federal João Campos (PSB) a prefeito do Recife. Os que defendem a manutenção da aliança lembram que o PDT tem uma ligação antiga com o PSB, que inclusive ocupou o cargo de vice-governador com João Lyra Neto nas duas gestões do ex-governador Eduardo Campos. Atualmente, o partido faz parte da estrutura do governo com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação.
 
Sobre a movimentação de Túlio Gadêlha, que trabalha para confirmar o nome na disputa municipal do Recife, comenta-se nos bastidores, que o deputado teria cometido alguns tropeços. O mais recente seria o fato do parlamentar ter convidado o senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP) para a convenção do partido sem ter combinado com Carlos Lupi. Já em relação a ameaça feita pelo PSB, segundo Túlio, de retirar o apoio do PDT em 25 cidades, a avaliação feita é de que se trata de um argumento do deputado para justificar sua possível não candidatura.
 
Na realidade, disse uma fonte, durante as conversas entre os líderes das duas legendas, o PSB apenas lembrou a existência da parceria entre as siglas nesses municípios. A reportagem procurou o deputado Túlio Gadêlha, mas ele não retornou às ligações. A ex-secretária municipal de Habitação, Isabella de Roldão, também é pré-candidata à Prefeitura do Recife pelo PDT.
TAGS: aliança | psb | pdt | recife |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Resumo da semana: acidente em Boa Viagem, aulas liberadas e reinauguração do Geraldão
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #101 Actina e Miosina
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco