Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

PASTA

Pazuello força a barra ao ficar na Saúde, dizem militares após crítica de Gilmar Mendes

Publicado em: 13/07/2020 19:36

 (Foto: José Dias/PR)
Foto: José Dias/PR
As críticas do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), ao papel dos militares na administração da epidemia do novo coronavírus no Brasil intensificaram a resistência, nas Forças Armadas, à presença do general Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde.

Mendes afirmou, no sábado (11), que o Exército estaria se associando a um "genocídio" no Brasil por causa da má administração da pasta. A pressão para que Pazuello deixe o ministério, ou então passe para a reserva, desvinculando-se da força, já existia, e agora se intensifica.

No Exército, a impaciência é geral. Um dos militares que integram a cúpula da organização afirmou à reportagem que Pazuello já deveria ter se retirado da ativa e que está "forçando a barra" ao permanecer.

A situação, diz o militar, é desconfortável e faz com que o Exército fique "tomando pedrada de rebote", como a que foi atirada agora por Gilmar Mendes.

O general não apenas simboliza a presença do Exército na pasta como nomeou 28 militares - a metade deles, da ativa - para cargos que eram antes ocupados por técnicos em saúde.

A afirmação de Gilmar Mendes também gerou, por outro lado, reação contrária a ele na cúpula das Forças Armadas. 

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, entrará com uma representação na PGR contra o magistrado. Ele também assinou uma nota junto com os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica repudiando as afirmações.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Grande explosão atinge Beirute, capital do Líbano
Comerciantes de praias do estado protestam em frente ao Palácio
Rhaldney Santos entrevista o pré-candidato à prefeitura do Recife  Paulo Rubem
Aumenta tensão entre o STF e o Facebook por conta de ordem de exclusão de perfis
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco