Diario de Pernambuco
Busca
Brasil retoma rumo e Recife decola de vez

Rodrigo Farias
Deputado Estadual pelo PSB

Publicado em: 27/12/2023 03:00 Atualizado em: 27/12/2023 06:35

O ano de 2023 vai terminando com um vento forte de esperança. Pelo menos nos níveis federal e municipal. Mesmo com uma polarização ainda muito grande no País, o Brasil voltou a ter uma expectativa positiva, com a economia melhorando e programas sociais importantes retomados. No Recife, uma onda de otimismo tomou conta da cidade com muitas obras em curso, outras tantas sendo entregues e um prefeito trabalhador e animado, que tem tirado projetos significativos do papel.

O governo Lula está prestes a completar um ano, trazendo de volta a esperança do brasileiro. O preço da carne e do frango reduziram, aumentando o consumo desse tipo de proteína por pessoa, o que é importante para um País que nos anos anteriores voltou ao mapa da fome. A economia crescendo, a queda da inflação e do índice de desemprego fizeram o sorriso aparecer de novo no rosto do brasileiro. Programas sociais importantes como o Minha Casa, Minha Vida; Farmácia Popular; Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e Cozinha Solidária voltaram para dar dignidade ao povo.

No Recife, o clima é de muito trabalho e de entrega de obras. O prefeito João Campos já se mostrou um excelente gestor e tem provado ser um administrador que tira projetos do papel. Na questão delicada da moradia, passou do patamar de R$ 30 milhões de investimento por ano para R$ 120 milhões em 2023. Somente na semana passada, a Prefeitura do Recife e o Governo Federal inauguraram dois habitacionais (Encanta Moça 1 e 2) com 600 apartamentos para famílias que moravam em situação de vulnerabilidade, sendo a maioria em palafitas. Já são 10 mil pessoas beneficiadas com obras em área de risco. Na educação, João Campos fez a nomeação recorde de mil professores agora em dezembro.

São R$ 700 milhões de investimentos até agora na cidade e a meta é ultrapassar R$ 1 bilhão em 2024. Projetos grandes como o Parque Eduardo Campos, no Pina, mais unidades do Compaz para serem inauguradas, o projeto Orla Parque, que vai requalificar toda a orla, tem feito o vento do otimismo soprar forte em toda a capital pernambucana.

Infelizmente, o clima positivo que tem tomado conta do Brasil e do Recife não chegou a Pernambuco. Com a gestão de Raquel Lyra e Priscilla Krause parecer ainda estar em campanha, o otimismo não encontrou morada em nosso Estado. O resultado disso tem sido a segurança pública abandonada, com a sensação de insegurança crescendo a cada dia. O mês de novembro teve aumento da violência em todos os indicadores, comparado com outubro ou mesmo com o mesmo período de 2022.

Na saúde, fechamento de unidades e superlotação nas que continuam abertas, além de atraso na reforma do Hospital da Restauração. Um marco positivo, que era a educação de Pernambuco, esse ano começou a ter problemas com a merenda e atraso no lançamento do edital e no pagamento de bolsas do programa PE no Campus.

Na Assembleia Legislativa, temos feito uma oposição responsável e propositiva. E estamos dispostos a ajudar no que for preciso para que Pernambuco acompanhe o ritmo do Brasil e do Recife. As pernambucanas e pernambucanos merecem voltar a sonhar.

MAIS NOTÍCIAS DO CANAL