Diario de Pernambuco
Busca

ORIENTE MÉDIO

Hamas propõe libertar reféns em troca do fim do conflito e criação do Estado Palestino

Tel Aviv ainda não respondeu sobre a proposta

Publicado em: 25/04/2024 15:39

Porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri (foto: Reprodução/Internet )
Porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri (foto: Reprodução/Internet )

Um alto membro do Hamas, Sami Abu Zuhri, assinalou nesta quinta-feira que o fim da guerra na Faixa de Gaza é uma exigência para a libertação de quaisquer reféns, acrescentando que a pressão dos Estados Unidos não tem valor e não vai influenciar a decisão do grupo.

 

Já um dos chefes políticos do Hamas, Khalil al-Hayya, também assegurou que o grupo está disposto a avançar com uma trégua de, pelo menos, cinco anos com Israel, se um Estado Palestino independente for estabelecido, na Cisjordânia, em Jerusalém Oriental e na Faixa de Gaza. “Não aceitamos ma trégua ou um acordo de paz que não seja permanente e que não trave por completo o ataque israelita à Gaza.

 

“Estamos a conduzir negociações sérias e entre as nossas exigências está um cessar-fogo permanente e uma retirada completa das forças israelita  de Gaza”, disse al-Hayya em entrevista à TV Al Jazeera.

 

Tel Aviv ainda não respondeu a proposta, mas o governo do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu já expressou em várias ocasiões que rejeita totalmente a criação de um Estado da Palestina, alegando que é um risco à segurança de Israel, apesar de ser uma solução que vem sendo apoiada pela comunidade internacional e por instituições como as Nações Unidas.