Diario de Pernambuco
Busca

ESTADOS UNIDOS

Biden promete reconstruir ponte de Baltimore atingida por cargueiro

O presidente americano acrescentou que no final de maio será aberto um novo canal que permitirá o acesso a um dos portos mais importantes dos Estados Unidos
Por: AFP

Publicado em: 05/04/2024 20:14

Biden prestou homenagem trabalhadores mortos durante o colapso (foto: Anna Moneymaker / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)
Biden prestou homenagem trabalhadores mortos durante o colapso (foto: Anna Moneymaker / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu, nesta sexta-feira (5), reconstruir a ponte de Baltimore durante uma visita à área onde prestou homenagem aos seis trabalhadores latino-americanos mortos durante o colapso.

 

Oito latino-americanos estavam consertando buracos no asfalto da rodovia quando a ponte Francis Scott Key desabou como um castelo de cartas sobre o porta-contêineres "Dali", de bandeira de Singapura, que colidiu com a estrutura.

 

Dois trabalhadores foram resgatados logo após o colapso, mas os outros seis morreram. Até agora, apenas dois corpos foram recuperados.

 

"Os danos são devastadores e nossos corações ainda estão destroçados", disse Biden.

 

Depois de um turno noturno consertando buracos, as vítimas estavam descansando quando ocorreu o colapso, contou o presidente.

 

 

 

Esperando secar

 

"Literalmente segundos antes, um dos homens chamado Carlos, que tinha apenas 24 anos, deixou uma mensagem para sua namorada. Ele disse: acabamos de despejar o cimento, estamos esperando secar", acrescentou.

 

O presidente, que perdeu sua primeira esposa e filha em um acidente de carro e outro filho para o câncer, expressou solidariedade às famílias.

 

"A raiva, a dor e a profundidade da perda são imensas", mas chegará o dia em que a lembrança do ente querido trará um sorriso e não lágrimas "por mais difícil de acreditar que possa parecer", afirmou.

 

"Estou aqui para dizer a vocês que sua nação está aqui para vocês", acrescentou o democrata diante dos restos da ponte que ainda estão sobre o enorme cargueiro que a destruiu.

 

Biden acrescentou que no final de maio será aberto um novo canal que permitirá o acesso a um dos portos mais importantes dos Estados Unidos.

 

O helicóptero presidencial Marine One sobrevoou os destroços da ponte no porto de Baltimore para ter uma ideia da magnitude do desastre de 26 de março.

 

O presidente observou que está sendo feito um esforço para remover as milhares de toneladas de destroços e abrir canais alternativos para que os navios possam entrar e sair do porto.

 

"Do ar, vi a ponte destruída, mas no terreno vejo uma comunidade unida", disse Biden, cujo governo está tentando limitar as consequências econômicas em um ano eleitoral.

 

O democrata instou o Congresso a apoiar seus planos para financiar a reconstrução da ponte, apesar da atual paralisação no Capitólio, onde os republicanos bloqueiam grande parte de seus projetos.

 

"Vamos fazer com que isso seja pago", disse.

 

"Vamos mover céu e terra para reconstruir esta ponte o mais rápido possível", acrescentou Biden.

 

A Casa Branca tem se esforçado para mostrar que Biden está acompanhando de perto essa catástrofe que ameaça as cadeias de abastecimento e pode ter repercussões na economia a cerca de sete meses das eleições presidenciais nos Estados Unidos.

 

"Vinte mil empregos dependem deste porto" para pagar comida, aluguel e contas, afirmou o presidente.

 

O porto de Baltimore é um centro crucial para a indústria automobilística. Diariamente, passam por ele entre 100 e 200 milhões de dólares em mercadoria, segundo fontes oficiais.