Diario de Pernambuco
Busca

UCRÂNIA

Zelensky saúda mandados do TPI a comandantes russos por crimes de guerra

O presidente ucraniano enfatizou que todos os autores de tais crimes devem saber que serão responsabilizados

Publicado em: 05/03/2024 15:32

Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (foto: Adnan Beci / AFP)
Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky (foto: Adnan Beci / AFP)

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, congratula o Tribunal Penal Internacional (TPI) pela emissão de mandados de prisão contra dois comandantes da Rússia por crimes de guerra e avisou que quem ataca civis prestará contas perante a Justiça. “Qualquer comandante russo que ordene ataques contra civis ucranianos e infraestruturas críticas deve saber que a justiça será feita. Todos os autores de tais crimes devem saber que serão responsabilizados”, escreveu na rede social X.

 

O Tribunal Penal Internacional, em Haia, emitiu hoje mandados de prisão por alegados crimes de guerra na Ucrânia contra dois altos oficiais militares russos, Viktor Sokolov, da Frota do Mar Negro, e Sergei Kobylach, comandante da aviação das forças aeroespaciais.

 

“Agradeço a decisão do Tribunal Penal Internacional de emitir mandados de detenção para os comandantes da Aviação de Longo Alcance e da Frota do Mar Negro da Rússia, que são acusados de crimes de guerra e crimes contra a Humanidade cometidos durante a campanha de bombardeio russa contra infraestruturas críticas e civis ucranianas entre 2022 e 2023”, acrescentou Zelensky.

 

Para o líder ucraniano, a justiça internacional requer tempo, mas é inevitável. “Continuamos a fazer todos os esforços para garantir que nenhuma besta russa responsável pelo assassínio de crianças, mulheres e homens ucranianos fique impune. E não há número de estrelas nas ombreiras ou nas portas de armários que os impeça de serem responsabilizados”, afirmou.


COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.