Diario de Pernambuco
Busca

MÉXICO

Pré-candidato a prefeito é assassinado a tiros no México

O caso se soma a ao menos 21 homicídios de aspirantes a cargos locais desde junho de 2023
Por: AFP

Publicado em: 13/03/2024 19:11

Tomás Morales Patrón foi baleado na noite de terça-feira (12) (foto: Reprodução/Instagram )
Tomás Morales Patrón foi baleado na noite de terça-feira (12) (foto: Reprodução/Instagram )

Um pré-candidato à prefeitura do município mexicano de Chilapa (estado de Guerrero, sul) foi assassinado a tiros, informou nesta quarta-feira (13) a Procuradoria. O caso se soma a ao menos 21 homicídios de aspirantes a cargos locais desde junho de 2023.

 

Tomás Morales Patrón foi baleado na noite de terça-feira quando chegava em casa, no centro de Chilapa. A Procuradoria-Geral de Guerrero anunciou a abertura de uma investigação por “homicídio qualificado”.

 

Nessa cidade, já foram mortos ao menos sete candidatos a prefeito desde 2015, de acordo com relatos da imprensa.

 

Morales era um dos possíveis candidatos ao cargo pelo partido Morena, do presidente de esquerda Andrés Manuel López Obrador, para as eleições de 2 de junho.

 

Ele era um ativo promotor do governo e de sua candidata à Presidência, Claudia Sheinbaum, segundo muitas das publicações que compartilhava em suas redes sociais.

 

No México, 43 pessoas foram assassinadas em episódios de violência eleitoral entre 4 de junho de 2023 e 12 de março de 2024, das quais 21 eram aspirantes a uma candidatura, indicou um estudo do Laboratório Eleitoral, uma firma privada de análise e pesquisa.

 

Homicídios por razões eleitorais foram registrados em 13 dos 32 estados do país, com Guerrero na frente, de acordo com outro relatório da mesma firma publicado em fevereiro.

 

O México elegerá em 2 de junho um novo presidente e outros 20 mil cargos, entre legisladores federais e locais, governadores e prefeitos.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.