Diario de Pernambuco
Busca

GUERRA

Israel assegura que guerra continua

"Não temos o direito moral de parar a guerra enquanto houver reféns em Gaza", afirmou o ministro da Defesa israelense

Publicado em: 25/03/2024 15:34

Yoav Gallant, ministro da Defesa de Israel (Foto: Jacquelyn Martin/Pool/AFP)
Yoav Gallant, ministro da Defesa de Israel (Foto: Jacquelyn Martin/Pool/AFP)
O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, afirmou hoje que a guerra na Faixa de Gaza vai continuar enquanto houver reféns no enclave palestino. "Não temos o direito moral de parar a guerra enquanto houver reféns em Gaza", afirmou Yoav Gallant, em Washington.
 
As declarações do ministro israelita aconteceram apos o Conselho de Segurança das Nações Unidas ter votado a favor pela primeira vez uma resolução de um cessar-fogo imediato  em Gaza durante o Ramadã.
 
Gallant se encontra na capital norte-americana para se reunir com o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan e o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken.
 
O ministro israelita ainda garantiu ações contra o Hamas em todo o lado. “Incluindo em locais onde ainda não estivemos”, acrescentou Gallant, sem, no entanto mencionar especificamente a cidade de Rafah, onde quase um milhão e meio de pessoas estão refugiadas.
 
Além disso, a aprovação da resolução no Conselho de Segurança levou o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, a cancelar a visita a Washington de dois dos seus principais conselheiros. Os conselheiros deveriam viajar aos EUA a pedido da Casa Branca para ouvir as propostas norte-americanas para expandir a ajuda humanitária em Gaza e alternativas a uma operação terrestre em Rafah, um dos principais pontos de atrito entre Washington e Tel Aviv.
Tags: gaza | guerra | israel |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.