Diario de Pernambuco
Busca

ORIENTE MÉDIO

OMS alerta que Hospital Nasser está inoperante tendo ainda 200 doentes

O Complexo Médico Nasser é considerado o principal do sul da Faixa de Gaza

Publicado em: 19/02/2024 15:47

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (foto: FABRICE COFFRINI/AFP/Getty Images)
Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (foto: FABRICE COFFRINI/AFP/Getty Images)

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou hoje (19) que o Complexo Médico Nasser, o principal do sul da Faixa de Gaza, já não está operacional, estando completamente fora de serviço, apesar de ainda haver 200 doentes em seu interior.

 

“O Hospital Nasser em Gaza já não está funcionando, após um cerco das tropas israelitas por mais de uma semana, seguido do ataque em curso”, relatou Tedros na rede social X (antigo Twitter).

O dirigente da OMS advertiu ainda que dos 200 pacientes no hospital, 20 deles precisam de transferência urgente para outras unidades de saúde.

 

Ghebreyesus diz que uma equipe da OMS não foi autorizada a entrar no Complexo Médico Nasser no último sábado para aferir as condições dos doentes e das necessidades médicas, embora tenham estado no recinto da unidade de saúde, juntamente com outras entidades parceiras, para entregar combustível.

 

“O custo dos atrasos será pago com as vidas dos pacientes. O acesso aos doentes e ao hospital deve ser facilitado”, afirmou Tedros, que acrescentou que o encaminhamento médico é um direito de todos os doentes.

 

Segundo o novo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde de Gaza já morreram até o momento 29.092 palestinos no enclave desde o início da guerra e o número de feridos chegou agora a 69.028. 


COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.