Diario de Pernambuco
Busca

GUERRA

Rússia lança ataque de mísseis em grande escala na Ucrânia

Foram atingidas a capital, Kiev, e cidades como Kharkiv, Zaporizhzhia, Kryvyi Rih e Dnipro e Khmelnytskyi

Publicado em: 08/01/2024 11:31 | Atualizado em: 08/01/2024 11:41

Bombardeio em Zmiiv, Kharkiv (SERGEY BOBOK / AFP
)
Bombardeio em Zmiiv, Kharkiv (SERGEY BOBOK / AFP )
Nesta segunda-feira (8), a Rússia realizou um ataque intenso de larga escala, com mísseis balísticos contra várias regiões da Ucrânia, deixando todo o país sob alerta da ofensiva aérea.
 
Foram atingidas a capital, Kiev, e cidades como Kharkiv, Zaporizhzhia, Kryvyi Rih e Dnipro e Khmelnytskyi, onde foram acionadas sirenes e os governadores deram conta de ataques massivos.
 
Até o momento há registro de quatro mortes e dezenas de feridos. Também milhares de pessoas estão sem energia, tendo de enfrentar um inverno rigoroso sem aquecimento.
 
Mas, as forças ucranianas declararam que destruíram 18 dos 51 mísseis de diferentes tipos usados nos ataques aéreos, além de ter abatido oito drones.  “Infraestruturas, instalações industriais civis e militares foram atacadas", disse a Força Aérea. O Ministério de Defesa da Ucrânia relatou que os ucranianos passaram a manhã em abrigos.
 
“O terror russo tem de ser travado”, diz o comunicado na rede social X.

Por sua vez, Moscou anunciou hoje que retirou cerca de 300 residentes de Belgorod, pela primeira vez em quase dois anos de conflito com a Ucrânia, devido à intensificação dos ataques das tropas de Kiev.
 
“Cerca de 300 residentes de Belgorod, que decidiram ser retirados temporariamente, estão agora alojados em centros de acolhimento em Stary Oskol, Gubkin e no distrito de Korotchansky, mais longe da fronteira com a Ucrânia”, disse Vyacheslav Gladkov, o governador regional,
 
Na sexta-feira, Gladkov já havia proposto que os moradores saíssem da cidade de Belgorod, cidade na fronteira com a Ucrânia, alvo de bombardeios ucranianos
Tags: ucrânia | rússia |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.