Diario de Pernambuco
Busca

TENSÃO

Paquistão acusa Irã de ter matado duas crianças em bombardeios aéreos

O Irã bombardeou o Paquistão na noite da última terça-feira (16)
Por: AFP

Publicado em: 17/01/2024 09:46 | Atualizado em: 17/01/2024 09:52

Reunião do aiatolá Ali Khamenei no Irã em 16 de janeiro de 2024 
 (Foto: AFP)
Reunião do aiatolá Ali Khamenei no Irã em 16 de janeiro de 2024 (Foto: AFP)

Duas crianças morreram e três ficaram feridas em bombardeios aéreos iranianos "ilegais", assegurou, nesta quarta-feira (16), o ministério paquistanês das Relações Exteriores, que acrescentou ter convocado o representante do Irã a Islamabad para protestar contra "uma violação injustificada de seu espaço aéreo".

 

"Esta violação da soberania do Paquistão é totalmente inaceitável e pode ter sérias consequências", advertiu o ministério.

 

A pasta acrescentou que o bombardeio em território paquistanês, na noite de terça-feira, "provocou a morte de dois meninos inocentes e feriu três meninas".

 

Até o momento não houve comentários da parte iraniana.

 

Irã e Paquistão se acusam com frequência de apoiar militantes para lançar ataques do outro lado da fronteira, mas é pouco comum que as forças oficiais das duas partes se enfrentem. 

Tags: irã | paquistão |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.