Diario de Pernambuco
Busca

INVESTIGAÇÃO

Juiz começa a desclassificar nomes de pessoas ligadas ao financista Jeffrey Epstein

Há quase mil páginas de depoimentos e declarações
Por: AFP

Publicado em: 04/01/2024 08:14 | Atualizado em: 04/01/2024 08:17

Caso Epstein é um dos casos mais emblemáticos dos EUA (Crédito: HANDOUT / PALM BEACH COUNTY SHERIFF'S DEPARTMENT / AFP)
Caso Epstein é um dos casos mais emblemáticos dos EUA (Crédito: HANDOUT / PALM BEACH COUNTY SHERIFF'S DEPARTMENT / AFP)

Um juiz de Nova York começou nesta quarta-feira (03) a desclassificar a identidade de pessoas ligadas em documentos judiciais ao financista americano Jeffrey Epstein, que se suicidou em 2019, enquanto aguardava julgamento por crimes sexuais.

 

O conjunto inicial inclui 40 documentos não revelados anteriormente, contendo quase mil páginas de depoimentos e declarações. O lote total de arquivos deve incluir o nome de pessoas proeminentes.

 

Entre os citados estará uma série de pessoas ligadas a Epstein antes identificadas como “John” ou “Jane Does” em uma ação movida contra a ex-namorada de Epstein Ghislaine Maxwell.

 

Para justificar a revelação dos nomes, os tribunais baseiam-se no fato de que alguns são facilmente identificáveis em entrevistas publicadas nos últimos anos.

 

A revelação resulta de um processo de difamação contra Ghislaine - cúmplice de Epstein, que cumpre pena de 20 anos de prisão desde 2022 -  instaurado por uma demandante americana contra o casal, Virginia Giuffre.  

Tags: Jeffrey Epstein |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.