Diario de Pernambuco
Busca

ESTADOS UNIDOS

Homem que atacou juíza nos EUA volta ao tribunal com algemas, luvas e máscara

Deobra Redden estava algemado, com as mãos cobertas por luvas compridas, usando uma máscara rígida para impedir mordidas e um capuz que mal deixava ver seus olhos
Por: AFP

Publicado em: 09/01/2024 20:26

Deobra Redden voltou a comparecer ao tribunal nesta segunda-feira (08) (foto: Reprodução/AFPTV / AFP)
Deobra Redden voltou a comparecer ao tribunal nesta segunda-feira (08) (foto: Reprodução/AFPTV / AFP)

O homem que se lançou sobre uma juíza que estava prestes a sentenciá-lo na semana passada nos Estados Unidos compareceu novamente ao tribunal nesta segunda-feira (08), mas por razões de segurança, apareceu algemado e usando uma máscara semelhante à do personagem Hannibal Lecter.

 

Em sua nova aparição no tribunal de Las Vegas, Deobra Redden estava algemado, com as mãos cobertas por luvas compridas, usando uma máscara rígida para impedir mordidas e um capuz que mal deixava ver seus olhos.

 

Redden também estava cercado por vários oficiais quando chegou ao tribunal para ouvir a sentença da juíza Mary Kay Holthus, a quem atacou na semana passada.

 

O ataque foi gravado pelas câmeras de segurança interna e rapidamente se espalhou pelas redes sociais em questão de horas.

 

Quando Holthus afirmou que o enviará para a prisão em vez de conceder liberdade condicional, Redden deu um salto impressionante sobre o púlpito e caiu sobre Holthus, a quem agrediu antes de ser contido por vários homens na sala. Um oficial ficou ferido.

 

Nesta segunda-feira, Redden voltou ao tribunal para ouvir a sentença, que Holthus afirmou não ter sido alterada pelo ataque.

 

"Estou deixando a página do meu calendário daquele dia como evidência para o tribunal", disse a juíza.

 

"Isso estava planejado desde que cheguei aqui, antes do que aconteceu. Nada mudou em relação à sentença que eu queria impor."

 

A juíza determinou uma pena de 19 a 48 meses de prisão.

 

No entanto, Redden agora enfrenta acusações adicionais pelo ataque, incluindo coação, extorsão, intimidação de um funcionário público com ameaça de força, desconsideração pela segurança de uma pessoa resultando em lesões corporais graves e sete acusações de agressão a uma pessoa protegida.

 

O acusado deveria comparecer na quinta-feira passada para responder a essas novas acusações, mas se recusou a deixar sua cela.

 

O jornal Las Vegas Review Journal relatou que uma ordem judicial na sexta-feira indicava que Redden teria que ser levado à audiência na segunda-feira "de qualquer maneira".

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.