Diario de Pernambuco
Busca

UNIÃO EUROPEIA

Conselho Europeu decide abrir negociações para adesão da Ucrânia à UE

Após horas de discussões entre os chefes de Governo e de Estado da União Europeia, em Bruxelas, se chegou a um consenso

Publicado em: 14/12/2023 16:54 | Atualizado em: 14/12/2023 17:21

O presidente da Ucrânia saudou a decisão do Conselho Europeu de avançar com as negociações de adesão à UE (Foto: Sergei SUPINSKY/AFP)
O presidente da Ucrânia saudou a decisão do Conselho Europeu de avançar com as negociações de adesão à UE (Foto: Sergei SUPINSKY/AFP)
Na reunião de cúpula realizada hoje (14), o Conselho Europeu decidiu abrir as negociações formais de adesão à União Europeia (UE) da Ucrânia e a Moldávia. 
 
"O Conselho Europeu decidiu abrir negociações de adesão com a Ucrânia e a Moldávia. Este é um sinal claro de esperança para os cidadãos destes países e para o continente europeu", anunciou Charles Michel, presidente da instituição.
 
Após horas de discussões entre os chefes de Governo e de Estado da União Europeia, em Bruxelas, se chegou a um consenso, que também foi marcado pelas ‘ameaças’ da Hungria de vetar a decisão.
 
O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, saudou a decisão do Conselho Europeu de avançar com as negociações de adesão à UE e descreveu o dia como histórico para todos os que lutam pela liberdade. "O Conselho Europeu decidiu iniciar as negociações com a Ucrânia e a Moldávia, agradeço a todos os que trabalham para que isto acontecesse e todos os que ajudaram. Hoje felicito cada ucraniano. A História é feita pelos que não estão cansados de lutar pela liberdade", disse Zelensky na rede social X. 

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.