Diario de Pernambuco
Busca

GUERRA

Blinken irá ao Oriente Médio tentar prolongar a trégua em Gaza

Chefe da diplomacia dos EUA afirmou que discutirá com Israel a forma de atingir o objetivo de garantir que os ataques terroristas de 7 de outubro não voltem a acontecer

Publicado em: 29/11/2023 14:50

O secretário de Estado norte-americano vai novamente ao Oriente Médio Oriente com o objetivo de prorrogar a pausa na ofensiva israelita em Gaza (Foto: Jim Watson/AFP)
O secretário de Estado norte-americano vai novamente ao Oriente Médio Oriente com o objetivo de prorrogar a pausa na ofensiva israelita em Gaza (Foto: Jim Watson/AFP)
O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, vai novamente ao Oriente Médio Oriente com o objetivo de prorrogar a pausa na ofensiva israelita em Gaza. “Gostaríamos que a pausa fosse prolongada, porque o que permitiu, antes de mais, foi à libertação dos reféns e a sua união com as famílias. Também nos permitiu fazer chegar à assistência humanitária à população de Gaza, que tão desesperadamente dela necessita. Por isso, a sua continuação, por definição, significa que mais reféns regressarão a casa e mais assistência chegará", disse Blinken.
 
O chefe da diplomacia dos EUA ainda acrescentou que discutirá com Israel a forma de atingir o objetivo de garantir que os ataques terroristas de 7 de outubro não voltem a acontecer, mantendo e aumentando a assistência humanitária e minimizando o sofrimento e as baixas entre os civis palestinos.
 
Blinken afirmou que, tal como em viagens anteriores, a sua finalidade será garantir que o conflito não se alastre pela região e que Gaza tenha um ‘dia seguinte’. "Neste momento, toda a gente está concentrada no que está acontecendo em Gaza, mas também precisamos nos concentrar ao mesmo tempo, e estamos em conversações com muitos outros países, naquilo a que chamei o dia seguinte e o dia depois do dia seguinte. Por dia seguinte quero dizer o que acontece em Gaza depois de terminada à campanha. Há questões importantes sobre a sua governação, a sua segurança, a sua reconstrução", declarou.
 
Além disso, a Embaixadora dos EUA nas Nações Unidas, Linda Thomas-Greenfield, reiterou a fala de Blinken que o governo norte-americano está interessado em estender a trégua entre Israel e o Hamas, de modo que os reféns sejam todos libertados. “Não descansaremos até que todos os reféns detidos pelo Hamas e outros grupos sejam libertados, cada um deles”, insistiu Thomas-Greenfield, em declarações ao Conselho de Segurança da ONU, acrescentando que, para isso, os EUA querem ver a pausa humanitária alargada. 
 
"Israel tem deixado muito claro que está preparado para continuar a pausa nos combates a cada dia que o Hamas libertar mais 10 reféns”, assegurou.

Tags: trégua | guerra | hamas | gaza | israel | blinken |

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.