Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

Ucrânia inicia a retomada das exportações de cereais

Publicado em: 27/07/2022 15:00

 (Foto: SERGEY BOBOK / AFP
)
Foto: SERGEY BOBOK / AFP
Nesta quarta-feira (27), a Marinha da Ucrânia anunciou que três portos ucranianos destinados para as exportações de cereais retomaram o trabalho, apesar de ainda estarem sendo feitos esforços para garantir a segurança dos corredores de passagem. "No quadro da assinatura de um acordo para desbloquear os portos ucranianos para a exportação de cereais, os portos de Odessa, Chornomorsk e Pivdenny retomaram o trabalho", divulgou a Marinha.
 
Além disso, também foi inaugurado na Turquia, em Istambul, o Centro de Coordenação Conjunta, que será responsável pelo controle das exportações dos cereais ucranianos através do mar Negro, segundo os termos do acordo assinado na sexta-feira passada. "A saída e entrada de navios nos portos marítimos será feita através de um corredor criado pelo navio principal. Mas isso será precedido pelo árduo trabalho dos engenheiros hidrógrafos" para determinar rotas seguras, acrescentou a Marinha.
 
O Governo da Ucrânia já havia comunicado na segunda-feira (25), que esperava recomeçar esta semana as exportações de cereais, essenciais para a manutenção da segurança alimentar global, já que os preços dos alimentos dispararam desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro.
 
A Rússia e a Ucrânia assinaram na sexta-feira acordos com a Turquia e a ONU para desbloquear a exportação de cerca de 25 milhões de toneladas de cereais bloqueados nos portos do mar Negro. O acordo de Istambul inclui dois documentos: um sobre as exportações de cereais da Ucrânia e outro sobre a exportação de produtos agrícolas e fertilizantes russos. Os documentos determinaram a criação do centro de controle em Istambul, dirigido por representantes das partes envolvidas: um ucraniano, um russo, um turco e um representante da ONU, que deverão estabelecer o cronograma de rotação de navios. O protocolo irá vigorar durante quatro meses, sendo, no entanto, renovável.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevistas com dr. Heitor Medeiros e André Navarrete (Innovation Meeting)
Em busca de água, indígenas brasileiros encontram novo lar
Manhã na Clube: entrevista com Carlos Veras (PT), deputado federal
China executa maiores exercícios militares em décadas
Grupo Diario de Pernambuco