Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CONFLITO

Zelensky 'grato' por nova ajuda americana em armamento para a Ucrânia

Por: AFP

Publicado em: 15/06/2022 22:00

 (Foto: Sergei SUPINSKY / AFP
)
Foto: Sergei SUPINSKY / AFP
O presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, agradeceu nesta quarta-feira (15) a nova ajuda americana em armamento para a Ucrânia anunciada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

"Os Estados Unidos anunciaram um novo apoio em armamento para fortalecer nossa defesa no valor de US$ 1 bilhão", disse Zelensky. 

"Sou grato por este apoio, é muito importante para nossa defesa no Donbass."

A remessa inclui artilharia, sistemas de defesa antinavio, munições e sistemas avançados de mísseis que a Ucrânia já está usando, disse Biden.

"Reafirmei meu compromisso de que os Estados Unidos estarão com a Ucrânia na defesa de sua democracia e sua soberania e integridade territorial diante de uma agressão russa não provocada", completou Biden, segundo um comunicado.

Biden também anunciou US$ 225 milhões em assistência humanitária para Kiev. O dinheiro será destinado pra a compra de alimentos, água potável, suprimentos médicos e outros bens essenciais.

A nova ajuda inclui "peças adicionais de artilharia e defesa costeira, bem como munição para peças de artilharia e lançadores de foguetes avançados que os ucranianos precisam para suas operações defensivas no Donbass", concluiu Biden.

"Também sou grato aos Estados Unidos por mobilizar ajuda" de outros países parceiros, acrescentou o presidente ucraniano.

Zelensky especificou que também conversou com o colega norte-americano sobre "a situação tática no terreno e como acelerar" a "vitória" da Ucrânia.

Zelensky indicou que também se reuniu com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que garantiu no Twitter que apoiaria a Ucrânia "até a vitória final".

Em um comunicado, o Pentágono especificou que o material militar inclui especialmente 18 obus com seus veículos de transporte e 36.000 projéteis explosivos, bem como dois lançadores de mísseis antinavio Harpoon destinados à defesa costeira da Ucrânia no Mar do Norte.

Os Estados Unidos também planejam enviar foguetes guiados de precisão para os quatro sistemas Himars prometidos à Ucrânia no início de junho e qued devem chegar ao campo de batalha até o final do mês, segundo um alto funcionário que pediu anonimato e se recusou a especificar o número de foguetes entregues para a Ucrânia.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Quem é Júlio Lancellotti, o padre antissistema que dá esperança aos pobres
Grupo Diario de Pernambuco