Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

DESAPARECIDO

EUA alertam que atirador de Uvalde pode inspirar novos massacres

Por: AFP

Publicado em: 07/06/2022 13:15

 (crédito: CHANDAN KHANNA)
crédito: CHANDAN KHANNA
Os extremistas na Internet aplaudiram o tiroteio na escola do Texas, na qual morreram 19 crianças e duas professoras, e fizeram um apelo para cometer ataques semelhantes, alertou nesta terça-feira (7) o governo americano em seu último relatório de alerta terrorista.

O massacre de 24 de maio em Uvalde "foi elogiado em fóruns da Internet conhecidos por promover o extremismo nacional violento e as teorias da conspiração por parte de indivíduos que incentivaram a replicá-la", alertou o Departamento de Segurança Nacional.

Outros "afirmaram que se tratava de uma farsa organizada pelo governo para aprovar medidas de controle de armas", acrescentou o governo americano.

Os tiroteios em massa que têm grande repercussão midiática nos Estados Unidos costumam inspirar outros indivíduos, uma tendência que os investigadores apelidaram de "efeito imitação".

De acordo com o Departamento de Segurança Interna, foi assim que foi concebido o ataque racista de 14 de maio em Buffalo, Nova York, no qual dez afro-americanos foram mortos a tiros em um supermercado.

O autor, um jovem supremacista branco, disse que foi "inspirado" pelo ataque a duas mesquitas na Nova Zelândia em 2019, escreveu o Departamento.

A recente onda de ataques mortais mostrou que os Estados Unidos enfrentam uma ameaça interna "complexa e dinâmica" e que pode ser "ainda mais dinâmica", disse ele.

A decisão da Suprema Corte sobre o aborto prevista para o final de junho, uma mudança regulatória na fronteira sul que deve ser seguida por um aumento nas chegadas de migrantes e as eleições de meio de mandato em novembro podem "ser usados para justificar atos de violência", segundo o boletim.

O Departamento de Segurança Interna, criado após os ataques de 11 de setembro, emite regularmente esses avisos, mas historicamente eles se concentram em ameaças externas, especialmente nos jihadistas.

O primeiro boletim informativo focado em ameaças domésticas foi publicado em janeiro de 2021, depois que apoiadores de Donald Trump invadiram o Capitólio.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Grupo Diario de Pernambuco