Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CONFLITO

Biden acelera entrega de armas dos EUA à Ucrânia

Por: AFP

Publicado em: 09/05/2022 18:38

 (Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
)
Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
O presidente americano, Joe Biden, acelerou nesta segunda-feira (9) o envio de armamento à Ucrânia com base em uma medida criada durante a Segunda Guerra Mundial para ajudar aliados dos Estados Unidos a derrotar a Alemanha nazista.

Biden assinou a ordem na Casa Branca e informou que seu país apoia os ucranianos "na defesa de seu território e sua democracia perante a guerra brutal de Putin".

Admitindo os bilhões de dólares gastos pelos Estados Unidos, Biden disse que "ceder à agressão é ainda mais caro".

Mais cedo, o porta-voz do Departamento de Estado americano, Ned Price, criticou o presidente russo, Vladimir Putin, por ter, segundo ele, dito algo "absurdo" e insultar a história ao apresentar a invasão russa da Ucrânia como uma operação defensiva no aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

"Chamar isto de uma ação defensiva é patentemente absurdo", disse Price a jornalistas.

"É um insulto aos que perderam a vida e aos que foram vítimas desta opressão sem sentido".
TAGS: conflito | rússia | ucrânia | eua | biden |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Soldado russo se declara culpado por crime de guerra na Ucrânia
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Grupo Diario de Pernambuco