Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

OBESIDADE

Kellogg's processa governo britânico por normas contra obesidade

Por: AFP

Publicado em: 27/04/2022 10:11

 (Foto: Saul Loeb/AFP)
Foto: Saul Loeb/AFP
A gigante de cereais Kellogg's entrou na Justiça contra o governo britânico para poder continuar a promover seus produtos, criticando futuras normas de publicidade sobre alimentos muito gordurosos.

A partir de outubro de 2022, a veiculação de comerciais para televisão de alimentos e bebidas com alto teor de gordura, açúcar e sal estará autorizada a acontecer apenas entre 21h e 5h30 (horário local) na Inglaterra.

Além disso, estes alimentos não poderão mais ser expostos em determinados pontos nos supermercados.

O governo quer combater a obesidade, em um país, no qual uma criança em cada três termina o Ensino Fundamental com sobrepeso, ou obesidade. Este quadro custa 6 bilhões de libras (cerca de US$ 7,5 bilhões) por ano ao serviço público de saúde. 

O grupo Kellogg's questiona o método de cálculo do valor nutricional de seus produtos, ressaltando que seus cereais são, geralmente, consumidos com leite. Por isso, alega a empresa, devem ser levados em consideração os elementos fornecidos pelo leite.

"Acreditamos que a fórmula usada pelo governo para medir o valor nutricional dos cereais matinais não está correta", afirma o diretor-gerente da Kellogg's no Reino Unido, Chris Silcock, em um comunicado transmitido à AFP.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Manhã na Clube: entrevista com Maria Zilá Passo, advogada especialista em direito da saúde
Fechamento de escolas durante pandemia pode gerar prejuízos por décadas no Brasil
Cada vez mais brasileiros procuram a medicina tradicional chinesa
Manhã na Clube: entrevistas com Bruno Rodrigues e Débora Almeida
Grupo Diario de Pernambuco