Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CORONAVÍRUS

Surto de ômicron na China se expande para cidade na fronteira com Macau

Por: AFP

Publicado em: 15/01/2022 12:36

 (crédito: François-Xavier MARIT / AFP)
crédito: François-Xavier MARIT / AFP
As autoridades de Zhuhai, cidade do sul da China na fronteira com Macau, suspenderam as linhas de ônibus e pediram aos moradores que não deixem a localidade, após a detecção de sete casos da contagiosa variante ômicron.

As autoridades desta cidade costeira anunciaram, na sexta-feira à noite (14), que detectaram uma pessoa com sintomas leves de covid-19, e outras seis assintomáticas, durante uma triagem em massa na população. A medida foi adotada depois do surgimento de um caso de coronavírus em um município vizinho.

A poucas semanas dos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, a China se encontra em alerta, devido a uma série de focos de coronavírus - alguns deles ligados à ômicron.

Milhões de moradores de várias cidades foram confinados em suas casas, vários voos domésticos foram cancelados, e algumas fábricas fecharam.

As autoridades de Zhuhai pediram aos seus 2,4 milhões de habitantes que não deixem a cidade, "a menos que seja necessário". Aqueles que precisarem se deslocar, deverão apresentar um teste negativo para Covid-19 feito nas últimas 24 horas.

Também foi decretada a suspensão das linhas de ônibus em alguns pontos da cidade. E, desde quinta-feira (13), salões de beleza, academias e cinemas estão fechados.

A taxa de infecção na China é muito baixa, em comparação com a maioria dos países do mundo, mas suas autoridades seguem uma estratégia para erradicar o vírus, com medidas estritas e precoces diante do menor surto de coronavírus.

Nas últimas 24 horas, foram detectados 104 novos casos locais de contágio na China.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Manhã na Clube: entrevista com Paulo Pimentel, advogado tributarista e professor da ITS EDU
Segundo a ONU, 2021 foi um dos sete anos mais quentes da História
Grupo Diario de Pernambuco