Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ALIANÇA

Japão aumenta apoio a forças dos EUA em meio a tensões com a China

Por: AFP

Publicado em: 07/01/2022 08:32

 (Foto: BEHROUZ MEHRI/AFP/JC)
Foto: BEHROUZ MEHRI/AFP/JC
O Japão aumentou, nesta sexta-feira (7), sua contribuição financeira para as forças americanas em seu território, em meio às crescentes tensões com China e Coreia do Norte na região.

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, anunciou que ambos os países vão estender por cinco anos o pacote, por parte do Japão, de apoio às tropas posicionadas por Washington em seu território.

Este novo acordo "vai investir mais recursos para aprofundar nossa prontidão militar e a interoperabilidade", afirmou Blinken, na abertura de um encontro virtual com seu homólogo japonês, do qual também participaram os responsáveis pela Defesa dos dois países.

Este pacto de cinco anos chega a 211 bilhões de ienes (US$ 1,8 bilhão) por ano fiscal, um aumento de 5%, detalhou o Ministério japonês das Relações Exteriores.

Depois da Segunda Guerra Mundial, um tratado de 1960 estabelece que Washington garante a proteção militar do Japão. Tóquio deve, porém, contribuir nos custos de deslocamento dos cerca de 50.000 militares americanos destacados em seu território. 

Este pacote foi anunciado em um momento de crescentes tensões com a China, que aumentou suas incursões perto de Taiwan.

"As ações provocadoras de Pequim continuam incitando as tensões no estreito de Taiwan e nos mares do leste e do sul da China", disse Blinken, que também citou o programa de mísseis da Coreia do Norte como uma "ameaça contínua".

Na reunião, o ministro das Relações Exteriores do Japão, Yoshimasa Hayashi, disse à imprensa que voltou a colocar a questão dos surtos de covid-19 nas bases americanas. Segundo o governo, estes focos se espalharam e afetaram comunidades locais em várias áreas.
TAGS: china | apoio | eua | japão |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Grupo Diario de Pernambuco