Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

PANDEMIA

Presidente chinês promete um bilhão de doses de vacinas anticovid à África

Por: AFP

Publicado em: 29/11/2021 19:02

 (Foto:Ted ALJIBE / AFP
)
Foto:Ted ALJIBE / AFP
O presidente chinês, Xi Jinping, prometeu nesta segunda-feira (29) um bilhão de doses da vacina anticovid para a África, em forma de doações ou de apoio à produção local.

"No marco do combate à Covid, a China vai fornecer para a África um bilhão de doses de vacinas adicionais, das quais 600 milhões serão em forma de doações e 400 milhões em outras formas, como a criação de unidades de produção de vacinas", disse em um discurso em vídeo no Fórum de Cooperação China-África (FOCAC).

A conferência ocorre em um contexto em que os países africanos tentam reativar suas economias, duramente afetadas pela pandemia. Para conseguir, buscam reforçar a cooperação com a China, primeiro aliado comercial do continente.

A África está muito atrasada na vacinação de sua população contra a Covid-19.

Segundo o vice-ministro do Comércio chinês, Ren Hongbin, a China já tinha entregue mais de 160 milhões de doses de vacinas à África, grande parte delas na forma de doações.

"Temos que continuar a luta solidária contra a Covid. Devemos priorizar a proteção das nossas populações e acabar com a brecha da vacinação", disse o presidente chinês.

No continente africano, o Egito começou a produzir vacinas do laboratório chinês Sinovac. Outros projetos estão mais ou menos avançados, na África do Sul e no Senegal.

O líder chinês também informou sobre a implementação de dezenas de outros projetos no continente no setor da saúde, mas também no da tecnologia digital e de segurança.

Ele também anunciou o cancelamento da dívida e o remanejamento de 10 bilhões de dólares do Fundo Monetário Internacional aos países africanos.
TAGS: áfrica | vacina | china | covid | pandemia |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Zuri: 11 anos, multiinstrumentista, compositor e prodígio da música faz campanha para comprar violão
Bolsonaro cancela visita à Guiana devido à morte de sua mãe
Manhã na Clube: entrevista com Padre Arlindo
Ômicron começa a recuar nos Estados Unidos
Grupo Diario de Pernambuco