Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ACIDENTE

Explosão de caminhão-tanque em Serra Leoa mata 131, segundo novo balanço

Por: AFP

Publicado em: 10/11/2021 14:30

A tragédia ocorreu na sexta-feira, quando um caminhão-tanque atingido por outro caminhão em um posto de gasolina explodiu em uma área industrial da capital, Freetown
 (Foto: STRINGER, Abdulai KARGBO / AFPTV / AFP)
A tragédia ocorreu na sexta-feira, quando um caminhão-tanque atingido por outro caminhão em um posto de gasolina explodiu em uma área industrial da capital, Freetown (Foto: STRINGER, Abdulai KARGBO / AFPTV / AFP)
A explosão de um caminhão-tanque na semana passada em Serra Leoa deixou 131 mortos, de acordo com um novo balanço publicado nesta quarta-feira.

"O saldo aumentou para 131 e 63 pessoas permanecem hospitalizadas", disse à AFP Lamarana L. Bah, chefe de comunicações da Agência Nacional de Gerenciamento de Desastres (NDMA).

A presidência de Serra Leoa anunciou uma cerimônia nesta quarta para marcar o fim do período de luto nacional de três dias anunciado no domingo pelo chefe de Estado, Julius Maada Bio.

A tragédia ocorreu na sexta-feira, quando um caminhão-tanque atingido por outro caminhão em um posto de gasolina explodiu em uma área industrial da capital, Freetown.

Testemunhas disseram que a maioria das vítimas eram vendedores ambulantes e motociclistas que foram pegos pelas chamas enquanto tentavam coletar o combustível que vazava do caminhão-tanque.

Serra Leoa, uma ex-colônia britânica de 7,5 milhões de habitantes, é um dos países mais pobres do mundo, apesar de seu solo rico em diamantes.



TAGS: freetown | leoa | serra | acidente |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Alberto Feitosa (PSC), Márcia Horowitz e Andreia Rodrigues
Justiça por Beatriz: pais organizam peregrinação de 720 km para cobrar solução de assassinato
Pessoas que já tiveram covid podem adoecer novamente devido à ômicron
Reino Unido aprova mais um medicamento contra Covid-19
Grupo Diario de Pernambuco