Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

MIGRAÇÃO

Cerca de 70 migrantes estão desaparecidos há quatro dias no Mediterrâneo oriental

Por: AFP

Publicado em: 02/10/2021 18:38

 (Foto: Reprodução/Pixabay)
Foto: Reprodução/Pixabay

Setenta migrantes que estavam em um barco que deixou o oeste da Líbia há quatro dias com a intenção de chegar à Europa estão desaparecidos, informou a ONG Alarm Phone neste sábado (2).

Paralelamente, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) disse que 89 migrantes foram levados de volta à terra neste sábado, para Trípoli, de barco.

O Alto Comissariado também relatou dois migrantes mortos e 40 desaparecidos. Todos haviam iniciado uma "viagem perigosa" pelo mar em duas embarcações, segundo o ACNUR.

Não foi possível determinar se as duas organizações se referiam ao mesmo grupo de migrantes ou a dois grupos diferentes.

“Como podem 70 pessoas desaparecem no mar, a poucos quilômetros da terra firme? Por que as autoridades de Malta e da Itália se recusam primeiro a socorrê-los e depois a dar informações sobre seu destino?”, questionou a Alarm Phone, que mantém uma linha telefônica de emergência para migrantes que se lançam ao mar.

A Líbia é um importante ponto de passagem para milhares de migrantes que procuram todos os anos chegar à Europa por meio da Itália, que fica a 300 km da costa líbia.

De acordo com um balanço realizado no início de setembro pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), pelo menos 1.369 pessoas morreram no Mediterrâneo desde o início do ano tentando ir para a Europa.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Entre túmulos e livros: coveiro se prepara para lançar livro
Cenário de destruição apos tiroteios em Beirute
Manhã na Clube: entrevistas com Simão Teixeira, presidente do Recife Convention & Visitors Bureau
Bolsonaro decidiu não se vacinar contra o coronavírus
Grupo Diario de Pernambuco