Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CANADÁ

Quatro refugiados do Sri Lanka que acolheram Snowden recebem asilo no Canadá

Por: AFP

Publicado em: 29/09/2021 11:27

 (Foto: Cole Burston / AFP)
Foto: Cole Burston / AFP
Quatro refugiados do Sri Lanka, que esconderam Edward Snowden em seus apartamentos de Hong Kong quando o analista estava foragido após suas revelações sobre a agência americana de inteligência NSA e que estavam há anos em uma espécie de limbo jurídico, chegaram ao Canadá na terça-feira (28), onde receberam asilo.

Supun Thilina Kellapatha e Nadeeka Dilrukshi Nonis chegaram em Toronto com seus filhos Sethumdi e Dinath e desejam "começar suas novas vidas" em Montreal, disse em um comunicado a ONG For the Refugees (Para os Refugiados).

A família fazia parte de um grupo de sete refugiados pobres do Sri Lanka e Filipinas em Hong Kong que aceitou acolher Snowden após suas revelações surpreendentes em 2013.

A filipina Vanessa Rodel e sua filha Keana receberam asilo no Canadá em 2019 com ajuda da For the Refugees, que pressionou o Canadá para que recebesse os outros, afirmando que poderiam ser acusados em seus países de origem e em Hong Kong por terem ajudado Snowden.

"Temos uma nova vida, nossos filhos agora têm um futuro. Estamos muito gratos", disse Kellapatha, segundo o jornal South China Morning Post, antes que ele e sua família embarcassem em um avião em Hong Kong.

Snowden celebrou a notícia da chegada da família ao Canadá.

"Esta é a melhor notícia que recebi em muito, muito tempo", escreveu no Twitter.

Um sétimo membro do grupo, Ajith Pushpakumara, um desertor do exército de Sri Lanka, permanece em Hong Kong, onde "sua segurança continua em riscoo", segundo a For the Refugees, que renovou os pedidos a Ottawa para acelerar sua solicitação de asilo.

Snowden, um ex-contratista da NSA, divulgou milhares de documentos classificados que expuseram o gigantesco sistema de espionagem implementado pelos Estados Unidos após os ataques de 11 de setembro de 2001.

Enquanto os veículos da mídia publicavam suas revelações, ele ficou temporariamente bloqueado em Hong Kong, inicialmente em um hotel, cercado de jornalistas de todo o mundo. Depois, o grupo de refugiados aceitou recebê-lo durante cerca de duas semanas, até que pudesse viajar para a Rússia, onde Snowden vive atualmente.

Seu papel na história só foi revelado no filme de Oliver Stone de 2016 sobre Snowden. Os Estados Unidos acusam Snowden de espionagem e roubo de segredos de Estado.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com Sileno Guedes e com a nutricionista Joyce Alencastro
CPI da Pandemia chega ao final com homenagens às vítimas da Covid
Manhã na Clube: ex-ministro Roberto Freire, dr. Cláudio Falcão e o advogado Pedro Avelino
Chama dos Jogos de Inverno é acesa
Grupo Diario de Pernambuco