Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ISRAEL

Cerca de 1.400 prisioneiros palestinos entrarão em greve de fome

Por: AFP

Publicado em: 14/09/2021 13:57

 (Foto: Jack Guez/AFP)
Foto: Jack Guez/AFP
Quase 1.400 prisioneiros palestinos planejam fazer uma greve de fome para denunciar suas condições de detenção em Israel, informou a Autoridade Palestina nesta terça-feira (14). 

A tensão nas prisões israelenses, que mantêm mais de 4.000 prisioneiros palestinos, vem aumentando desde a semana passada, quando seis membros de grupos armados palestinos escaparam da penitenciária de alta segurança de Gilboa (norte) por um túnel. 

A tensão explodiu depois da transferência de centenas de detentos, quando pertences pessoais foram confiscados, segundo o Clube de Prisioneiros Palestinos. Alguns presidiários atearam fogo em suas celas.

"A situação dentro das prisões é terrível, o que levou os prisioneiros a uma greve de fome", disse à AFP Qadri Abu Bakr, presidente da comissão encarregada dos prisioneiros, órgão da Autoridade Palestina. 

Segundo ele, 1.380 presos entrarão em greve a partir de sexta-feira e outros na próxima semana. 

A Cruz Vermelha anunciou nesta terça-feira que os israelenses decidiram retomar as visitas aos detentos depois de cancelá-las na semana passada. 

Quatro dos seis palestinos fugitivos, presos por ataques contra Israel, foram capturados no final da semana passada no norte do Estado hebreu. 

Qadri disse nesta terça-feira que nem seus advogados nem a Cruz Vermelha puderam visitá-los.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco