Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CORTES

Reino Unido reduz ajuda aos países em desenvolvimento

Publicado em: 15/07/2021 16:10 | Atualizado em: 15/07/2021 16:23

 (Foto: AFP)
Foto: AFP
O Parlamento britânico aprovou formalmente a proposta do primeiro-ministro Boris
Johnson de fazer cortes na ajuda externa aos países estrangeiros. O Reino Unido
pretende reduzir o volume de financiamento aos países estrangeiros em
desenvolvimento de 0,7% para 0,5% da renda nacional bruta, que devem receber menos
quatro bilhões de libras esterlinas (cerca de R$ 28,6 bilhões).
 
O projeto de lei foi aprovado oficialmente por 333 deputados, enquanto 298 votaram
contra. A medida do governo foi duramente criticada, inclusive pela antecessora de
Johnson, Theresa May, por não oferecer aos deputados a oportunidade de ratificarem a
nova quota de despesas. Aliás, a ex-premiê britânico e líder do Partido Conservador de
2016 a 2019, votou pela primeira vez contra seu partido. May comentou que o Reino
Unido quebrou o compromisso que tinha com os pobres de todo o mundo.
 
A proposta do governo também sofreu críticas de todos os ex-ministros britânicos e para
abrandar os parlamentares opositores à medida, o ministro do Tesouro britânico Rishi
Sunak afirmou que a redução será temporária. No entanto, como a medida trouxe uma
alteração legislativa, para que retorne ao antigo patamar será preciso que futuramente
haja outra aprovação do Parlamento, o que muitos duvidam.
 
O Reino Unido é um dos países mais ricos e industrializados do mundo, membro do G7,
e as políticas de subsídio a países em desenvolvimento sempre desempenharam um
forte papel em suas relações exteriores, especialmente como um componente do seu
prestígio internacional. Além de que para exercer determinada influência global, o
Estado britânico precisa aplicar a chamada política de soft Power. Para os analistas
internacionais essa tendência em diminuir o orçamento da ajuda internacional se nota
tanto no Partido Conservador, como em todo o país, o que alguns avaliam que as
possíveis consequências desta decisão podem incidir na redução do papel do Reino
Unido no mundo.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco