Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

MANIFESTAÇÃO

Quatro pessoas morrem no 50º massacre do ano na Colômbia

Por: AFP

Publicado em: 08/07/2021 21:23

 (Foto: Raul ARBOLEDA / AFP)
Foto: Raul ARBOLEDA / AFP
Quatro homens foram assassinados a tiros nesta quinta-feira (8) no oeste da Colômbia, no segundo massacre a atingir a região em menos de uma semana e o 50º em todo o país este ano.

O atentado ocorreu em uma zona rural do município de Ambalema, Tolima, onde “três pessoas foram mortas com arma de fogo (...) nas mãos do crime” e uma quarta sofreu “ferimentos graves” que causaram sua morte “momentos depois" em um centro médico, informou o comandante da polícia departamental, coronel Rolfy Jiménez, em declaração à imprensa.

Duas das vítimas foram baleadas enquanto viajavam de motocicleta, enquanto as demais foram atacadas porque “aparentemente foram testemunhas dos fatos”, explicou o policial sem dar detalhes sobre os autores ou motivos do crime.

No domingo, três homens foram mortos a tiros no município vizinho de El Espinal, sendo dois deles venezuelanos.

Segundo a ONG independente Indepaz, que documenta os massacres que se multiplicaram na Colômbia após o tratado de paz com a extinta guerrilha Farc em 2016, "nesta área se formam corredores para economias ilegais, conectando com a capital do país".

Rebeldes que se afastaram do acordo de paz, gangues de origem paramilitar e outros grupos armados disputam a renda do tráfico de drogas, da extorsão e de outros negócios ilícitos, em um país de 50 milhões de habitantes.

O Ministério da Defesa ofereceu uma recompensa equivalente a cerca de 7.800 dólares por informações sobre os autores de ambos os ataques.

Com esses crimes, a Colômbia totaliza cinquenta massacres em 2021, de acordo com a Indepaz, que os define como ataques em que morrem três ou mais pessoas, sem possibilidade de defesa, nas mãos do mesmo agressor.

Apesar do desarmamento das Farc, a Colômbia vive um recrudescimento da violência que, em quase seis décadas de conflito, deixa mais de nove milhões de vítimas, a maioria delas deslocadas.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Terceira dose de vacina anticovid começa a ser aplicada em Israel para aumentar imunidade
Manhã na Clube: entrevistas com coronel Luiz Meira (PTB), Regina Sales e Maria Dulce
Manhã na Clube: entrevistas com José Maria Eymael, Rodrigo Floro e Chico Kiko (PP)
Leão se afasta de parque onde vive solto e assusta moradores de cidade africana
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco