Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ESCÂNDALO

Ex-líder da extrema-direita austríaca se declara inocente em julgamento por corrupção

Por: AFP

Publicado em: 06/07/2021 13:18

 (crédito: HERBERT NEUBAUER)
crédito: HERBERT NEUBAUER
Heinz Christian Strache, ex-vice-chefe de Governo da Áustria e que já foi líder do Partido da Liberdade (FPO, extrema-direita), se declarou inocente nesta terça-feira (6) em um julgamento por corrupção, em um caso derivado de um escândalo que provocou a queda do governo.

Há dois anos, Strache foi filmado com uma câmera escondida quando oferecia contratos públicos a uma mulher que se apresentara como a sobrinha de um oligarca russo, em troca de apoio eleitoral.

As cenas, filmadas na ilha espanhola de Ibiza, chocaram o mundo político, provocaram a convocação de eleições antecipadas e a abertura de investigações.

As declarações feitas no vídeo estão "gravadas na memória coletiva", destacou a procuradora no início das audiências no tribunal regional de Viena.

O acusado, de 52 anos, é suspeito de atuar para que uma clínica particular de cirurgia estética fosse incluída entre os estabelecimentos reembolsados pela Previdência Social.

O proprietário da clínica, Walter Grubmüller - que também está no banco dos réus - foi um doador do FPO e havia convidado Strache para seu iate, assim como para passar férias em uma causa na ilha grega de Corfu.

Restaurar a imagem do FPO 

De acordo com as mensagens de texto examinadas, Strache perguntou abertamente a seu interlocutor "que alteração na lei" ele desejava para que seu estabelecimento, especializado em cirurgias estéticas, "fosse finalmente tratado de maneira justa". Grubmüller respondeu que enviaria um projeto de lei.

Na ocasião, Strache negociava com os conservadores para formar uma coalizão. Ao chegar ao poder, a extrema-direita assumiu o ministério da Saúde.

A legislação foi modificada pouco depois, o que permitiu à clínica ser assimilada pela Previdência Social. Ddde acordo com cálculos de especialistas, o estabelecimento passou a ter o direito de receber fundos públicos que chegavam a 2,2 milhões de euros (2,6 milhões de dólares) por ano.

O julgamento deve terminar na sexta-feira (9) e, em caso de condenação, a pena pode chegar a cinco anos de prisão.

Além deste processo, outros políticos estão na mira da justiça, entre eles o atual chefe de Governo, o conservador Sebastian Kurz. Os magistrados querem saber se o governante, de 34 anos, mentiu conscientemente em 2020 a uma comissão parlamentar, ao negar qualquer intervenção na nomeação de um parente para o comando de uma empresa pública.

Heinz Christian Strache, que já é acusado de desviar mais de meio milhão de dólares da verba do partido, afirma ser vítima de uma campanha de difamação

O FPO - que caiu de 26% nas urnas em 2017 para 16% em 2019 - acaba de nomear como líder o ex-ministro do Interior Herbert Kickl, responsável por restaurar a imagem do partido fundado por antigos nazistas nos anos 1950 e que atualmente insiste em uma retórica hostil ao islã e aos refugiados.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com o prefeito João Campos (PSB) e o governador Paulo Câmara (PSB)
De origem humilde, potiguar Ítalo Ferreira é o primeiro ouro do Brasil em Tóquio
Manhã na Clube: entrevistas com Ubiracé Elihimas e Frederico Belfort
Manhã na Clube: entrevista com o médico geriatra Marcelo Cabral
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco