Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

RÚSSIA

Chanceler russo diz que a EU esta minando as relações com a Rússia

Publicado em: 17/02/2021 19:26

 (Foto: AP Photo / Kay Nietfeld
)
Foto: AP Photo / Kay Nietfeld
Nesta segunda-feira (15), durante coletiva de imprensa em São Petersburgo, o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, declarou que a ruptura das relações entre a Rússia e a União Européia já é de muito tempo, e quem a iniciou foi a UE, declarou, ministro das Relações Exteriores da Rússia. "Em princípio, qualquer pessoa com um interesse mínimo na situação na Europa sabe a bastante tempo que há muitos anos esta ruptura está acontecendo: a UE está sucessivamente rompendo as relações", afirmou Lavrov.

Segundo o chanceler da Rússia, 2014 foi o ponto de virada, quando ocorreu um golpe de Estado na Ucrânia e a UE demonstrou de modo geral a sua impotência em relação a um acordo que foi alcançado pouco antes do golpe de Estado entre as autoridades e a oposição, assinado pela Alemanha, França e Polônia. Além disso, Lavrov acrescentou ainda que a oposição abriu mão das assinaturas e da opinião da União Européia sobre a necessidade de cumprimento do acordo.

Também na semana passada, o ministro das Relações Exteriores da Rússia havia dito que o Governo de Moscou estava pronto para romper relações com a EU se o bloco decidisse adotar sanções que colocassem em risco esferas sensíveis da economia russa.

No entanto, pouco tempo após esse pronunciamento de Sergei Lavrov, o porta-voz do governo russo, Dmitry Peskov, comunicou que o sentido das afirmações do chanceler foi distorcido, afirmando que a Rússia não será a parte iniciadora deste processo e que, ao contrário, quer desenvolver e estreitar relações com a UE.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Bolsonaro diz não ter briga com a Petrobras
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/02
Atividades econômicas proibidas em 63 municípios do Agreste e Sertão
Brasil aprova uso definitivo da vacina da Pfizer, mas imunizante ainda não está disponível
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco