Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CRISE

Violência na República Centro-Africana deixa milhares de deslocados

Por: AFP

Publicado em: 08/01/2021 12:00

 (Foto: FLORENT VERGNES / AFP)
Foto: FLORENT VERGNES / AFP
A violência no contexto das eleições na República Centro-Africana obrigou mais de 30 mil pessoas a fugirem para os países vizinhos, assim como milhares de pessoas, a se deslocarem internamente - anunciou a ONU nesta sexta-feira (8).

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) "expressa sua profunda preocupação com a violência e a insegurança no contexto das eleições presidenciais e parlamentares de 27 de dezembro" na República Centro-Africana, disse o porta-voz do Acnur, Boris Sheshirkov, à imprensa.

Cerca de 185 mil pessoas no país fugiram para as montanhas e florestas desde 15 de dezembro, a maioria de forma preventiva. Desde então, muitos já voltaram para suas casas, mas as Nações Unidas estimam que em torno de 62 mil permanecem deslocadas.

A violência neste contexto eleitoral também obrigou mais de 30 mil pessoas a fugirem para países vizinhos, como Camarões, Chade, República Democrática do Congo (RDC) e Congo. Mais de 24.200 cruzaram o rio Ubangui, onde o Acnur intensificou sua presença, para chegar às províncias de Baixo Uele e Ubangui do Norte, na RDC.

O Acnur está preocupado com as denúncias de abusos dos direitos humanos na República Centro-Africana e pede aos países vizinhos que continuem permitindo o acesso às pessoas que buscam segurança.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Mundo tem recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 27/01
AstraZeneca defende eficácia em idosos depois de questionamentos
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 26/01
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco