Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

DIPLOMACIA

Bolsonaro apoia alegação de fraude eleitoral de Trump após invasão do Capitólio

Por: AFP

Publicado em: 07/01/2021 17:10

 (Foto: AFP )
Foto: AFP
O presidente Jair Bolsonaro apoiou nesta quinta-feira (7) as alegações do seu aliado, Donald Trump, de que houve fraude nas eleições presidenciais nos Estados Unidos e alertou que o caos que sacudiu Washington na véspera também poderá ocorrer nas eleições brasileiras no ano que vem.

Bolsonaro, chamado no exterior de "Trump Tropical", é um apoiador fiel do presidente americano em fim de mandato, uma posição que ele manteve mesmo após as críticas internacionais no papel de Trump ao encorajar a multidão que invadiu o Capitólio na quarta-feira.

"Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda? Falta de confiança no voto", disse Bolsonaro a apoiadores no Palácio da Alvorada.

"Lá o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente que votou três, quatros vezes. Mortos votaram. Foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí", acrescentou.

Autoridades eleitorais americanas, estados e tribunais refutaram as alegações de Trump de que teria ocorrido fraude generalizada na votação de novembro.

Mas Bolsonaro tem se mostrado determinado em apoiar Trump até o fim.

Ele foi o último líder do G20 a reconhecer a vitória do presidente eleito, Joe Biden, o que ele só fez depois que o colégio eleitoral confirmou oficialmente o resultado das eleições de 3 de novembro mais de um mês após o pleito.

Analistas políticos afirmam que a derrota de Trump isola Bolsonaro, que moldou sua própria ascensão à Presidência na trajetória do bilionário republicano, e afeta suas chances de se reeleger em 2022.

À medida que circulavam as imagens chocantes da invasão do Capitólio, em Washington, muitos comentaristas especulavam que o Brasil poderia se encaminhar para uma situação similar no ano que vem, caso Bolsonaro perca.

"Trump fornece roteiro para Bolsonaro em 2020", escreveu o jornalista Igor Gielow na Folha de S. Paulo.

Bolsonaro só fez aumentar estas preocupações ao repetir suas críticas frequentes ao sistema de voto eletrônico brasileiro, que ele alega - sem evidências - ser vulnerável a fraudes.

"Se nós não tivermos o voto impresso em 22, uma maneira de auditar o voto, nós vamos ter problema pior do que os Estados Unidos", insistiu.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão - Genética do sangue
Variante britânica do coronavírus continua a se espalhar pelo mundo
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/01
Técnica em enfermagem é a primeira pessoa vacinada contra a Covid-19 em Pernambuco
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco