Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

RELAÇÕES

Eleição nos EUA não vai mudar política do Irã, afirma aiatolá

Por: AFP

Publicado em: 03/11/2020 09:32

 (Foto: Khamenei.Ir/AFP)
Foto: Khamenei.Ir/AFP
As eleições presidenciais nos Estados Unidos não terão "nenhum efeito" na linha política de Teerã a respeito de Washington, declarou nesta terça-feira o guia supremo iraniano, Ali Khamenei.

"A respeito dos Estados Unidos, seguimos uma política sensata, calculada e específica e esta política não pode ser afetada pelas mudanças de pessoas em Washington", declarou Khamenei em um discurso por ocasião da festa muçulmana que recorda o nascimento do profeta Maomé.

"Hoje é o dia das eleições nos Estados Unidos. Podem acontecer coisas, mas isto não nos afeta. Nossa política está bem definida e o ir e vir das pessoas (na Casa Branca) não terá nenhum efeito", insistiu.

Os americanos escolhem nesta terça-feira o novo presidente. A votação coincide com o 41º aniversário da tomada de reféns na embaixada dos Estados Unidos em Teerã, em 4 de novembro de 1979.

O episódio violento, que terminou 444 dias depois com a libertação de 52 americanos, provocou a ruptura das relações diplomáticas entre Washington e Teerã.

Irã e Estados Unidos viveram nos últimos meses importantes momentos de tensão devido à situação no Golfo e ao programa nuclear iraniano, objeto de um acordo internacional em 2015 do qual Washington se retirou em 2018.

O adversário do presidente Donald Trump, o democrata Joe Biden, afirmou que se vencer as eleições pretende propor ao Irã um "caminho realista para retornar à via diplomática".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Vacina russa afirma ter 95% de eficiência
ONU condena racismo estrutural no Brasil
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 24/11
De 1 a 5: a artista Isabela Cribari fala de suas obras na exposição Antropocenas
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco