Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

DECISÃO

Londres proibirá reuniões privadas em espaços fechados para conter epidemia

Por: AFP

Publicado em: 15/10/2020 11:00

 (Foto: AFP / Tolga AKMEN)
Foto: AFP / Tolga AKMEN
Os nove milhões de habitantes de Londres não poderão se reunir com parentes e amigos em espaços fechados, anunciou nesta quinta-feira o prefeito da cidade, Sadiq Khan, que espera que o governo britânico aumente o nível de alerta na capital contra o coronavírus.

"É minha expectativa que o governo anuncie hoje que Londres em breve entrará no nível dois ou nível de alerta alto de restrições", afirmou o trabalhista Sadiq Khan na Assembleia Municipal. O ministro da Saúde, Matt Hancock, deve discursar nesta quinta-feira no Parlamento.

"Isto significa que pessoas que moram em diferentes casas de Londres não poderão se reunir em locais fechados", explicou o prefeito.

País mais afetado da Europa pelo coronavírus, o Reino Unido registra mais de 43.000 mortes confirmadas por covid-19 e o número de contágios aumentou rapidamente nos últimos dias, com quase 20.000 contágios a cada 24 horas.

O primeiro-ministro britânico, o conservador Boris Johnson, anunciou na segunda-feira um novo sistema de alerta em três níveis - médio, alto e muito alto - que estabelece o tipo de restrições mínimas a aplicar.

Londres estava até agora no nível médio, com a proibição de reuniões com mais de seis pessoas e o fechamento de bares e restaurantes às 22h.

Mas o prefeito considerou esta semana que a situação na capital da Inglaterra exigia medidas mais drásticas.

"Em breve vamos alcançar a média de 100 casos para cada 100.000 londrinos, com um número significativo de distritos que já superaram esta barreira", afirmou Sadiq Khan.

"As internações nos hospitais aumentaram, mais pacientes vão para as para Unidades de Terapia Intensiva e, infelizmente, o número de londrinos que morrem a cada dia está aumentando novamente", acrescentou para justificar a decisão.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr. Felipe Dubourcq, urologista
Polícia Federal vai usar drones para fiscalizar irregularidades nas eleições
Rhaldney Santos entrevista Dr. João Gabriel Ribeiro, neurocirurgião
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco