Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

Glenn Greenwald diz que artigo sobre Biden foi censurado e pede demissão

Publicado em: 29/10/2020 17:21

 (Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados )
Foto: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados
Co-fundador do Intercept, o jornalista Glenn Greenwald pediu demissão do site nesta quinta-feira (29). A decisão, segundo ele, se deu por conta de uma incompatibilidade ideológica com o restante da equipe sobre uma reportagem a respeito do candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden. 

Glenn afirma que, em meio às eleições norte-americanas, seu artigo foi censurado por conter "sessões críticas" ao candidato democrata e seu filho, Hunter Biden. Ainda de acordo com o jornalista, a recusa se deu por conta do veemente apoio dos demais editores do Intercept à campanha do ex-vice-presidente dos Estados Unidos.

"O artigo censurado, baseado em e-mails revelados recentemente e depoimentos de testemunhas, levantou questões críticas sobre a conduta de Biden. Não contentes em simplesmente impedir a publicação deste artigo no meio de comunicação que eu co-fundei, esses editores da Intercept também exigiram que eu me abstivesse de exercer um direito contratual de publicar este artigo em qualquer outra publicação", escreveu Gleen.

No texto, o jornalista também afirmou que não desistiu de divulgar o artigo e que vai publicá-lo no site Substack, mesma plataforma em que anunciou sua saída do Intercept. Glenn também citou que não tem problemas por discordar dos editores politicamente. Mas queria que o site publicasse textos com opiniões diferentes e desse liberdade para os leitores decidissem quem está certo.

"A iteração atual do The Intercept é completamente irreconhecível quando comparada com a visão original. Em vez de oferecer um local para a discordância, para vozes marginalizadas e para perspectivas desconhecidas, está rapidamente se tornando apenas mais um meio de comunicação com lealdades ideológicas e partidárias obrigatórias", afirmou Glenn, entre outras críticas, sobre problemas recentes.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Votação define hoje o segundo turno das eleições municipais
Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco