Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

EUA

Casa Branca acredita que Congresso aprovará novo pacote por pandemia

Por: AFP

Publicado em: 08/09/2020 13:28

 (FOTO: MANDEL NGAN / AFP)
FOTO: MANDEL NGAN / AFP
Mark Meadows, chefe de gabinete do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira (8) estar confiante em que republicanos e democratas vão aprovar, no Congresso, um novo pacote de ajudas aos afetados pela pandemia, antes das eleições de 3 de novembro.

Em entrevista ao canal Fox, Meadow declarou, porém, que Trump continua se opondo à ajuda em massa reivindicada pela presidente da Câmara de Representantes, a democrata Nancy Pelosi, para governos estaduais e municipais.

"Talvez hoje esteja mais otimista do que há um tempo", afirmou Meadow.

"Posso dizer que temos mais acordos do que divergências e acho que é o momento de deixar a política de lado e aprovar os estímulos", completou.

A maior potência do mundo é a mais afetada pela Covid-19, com quase 190.000 mortos.

Depois de expirar, no fim de julho, as diretrizes chamada (lei) CARE, que destinou 2,2 trilhões de dólares para a recuperação da crise causada pela Covid-19, economistas e funcionários do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) disseram que o governo precisa dar mais ajuda às famílias americanas.

Enquanto o índice de desemprego caiu a 8,4% em agosto, dados e pesquisas do Fed mostraram que a recuperação do mercado de trabalho se está desacelerando, porque a propagação do vírus continua.

Em maio, Pelosi pediu à Câmara que aprove estímulos de 3 trilhões de dólares, mas a iniciativa não foi apoiada pelo Senado, controlado pelos republicanos. Agora, após semanas de paralisia nas negociações entre ambos os partidos, elas se encontram em ponto morto - em especial no que se refere às ajudas aos governos estaduais e municipais para evitar uma onda de demissões.

Meadows considerou esse tema como o principal "obstáculo" das negociações, alegando que o valor de quase 1 trilhão de dólares adicionais pedido por Pelosi "não se apoia nos fatos".

Em contrapartida - completou -, o governo pretende dar "alívio específico às pessoas que mais precisam", disse que há uma "onda de apoio" algum tipo de acordo nesse sentido.

"Sou otimista quanto ao fato de que, nas próximas duas semanas, a pressão e a voz do povo americano começarão a ter impacto nos membros do Congresso", comentou.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista o candidato à prefeitura do Recife Coronel Feitosa (PSC)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #162 Anelídeos: segmentação corporal e parapódios
De 1 a 5: Dicas para a sua bicicleta ser seu transporte diário
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco